15 melhores jogos de RPG de Super Nintendo

6 min de leitura
Imagem de: 15 melhores jogos de RPG de Super Nintendo
Imagem: Nintendo

Após passar por algumas listas de melhores jogos de Super Nintendo (entre eles de luta, beat'em up e corrida), enfim chegou a vez de um dos gêneros que ganhou bastante popularidade no console da Nintendo: RPG.

Na sequência, trazemos uma lista com os 15 melhores títulos (em ordem aleatória) deste segmento para o console, além de algumas menções honrosas no final. E, como sempre, você é convidado a usar o espaço destinado aos comentários para compartilhar suas opiniões e relembrar outros nomes que por acaso não estejam mais abaixo.

1. Chrono Trigger


Chegamos já de cara com um peso-pesado e considerado por muitos o melhor RPG de Super Nintendo. Criado por profissionais que geraram o lendário Dream Team, Chrono Trigger tinha tudo que um game do gênero precisava e mais um pouco — afinal, quem não se impressionou com a possibilidade de mais de uma dezena de finais, combinações de magias e, claro, os personagens extremamente carismáticos e o enredo de alta qualidade?

2. Final Fantasy 3


Outro queridinho de muitos jogadores de Super Nintendo é Final Fantasy 3, e com razão. Ele foi o responsável por dar um grande salto de qualidade na franquia e trazer alguns elementos que não estavam em entradas passadas da série, como o sistema de Espers, possibilidade de mais de um personagem rotacionando no posto de protagonista e, evidentemente, Kefka, visto por diversos jogadores como o melhor vilão de Final Fantasy.

3. Breath of Fire 2


O segundo jogo da franquia da série de RPG da Capcom sem sombra de dúvidas é o melhor do Super Nintendo. Nesta entrada, o sistema de transformação de Ryu apresenta diferenças se comparado ao original (agora o protagonista não passa toda batalha transformado), além de trazer uma evolução gráfica e história mais complexa, incluindo temas delicados como religiões corruptas, mortes e muito mais.

4. Secret of Mana


Passando para os RPGs de ação, talvez Secret of Mana seja um dos principais representantes do gênero. Além de uma jogabilidade extremamente simples de se aprender e um mundo com cenários variados para explorar, este título ainda é um dos poucos do gênero no Super Nintendo que permite a jogatina conjunta ao lado de até mais dois amigos controlando os combatentes que normalmente ficam com a inteligência artificial.

5. Terranigma


Este infelizmente é o único da lista que não chegou oficialmente aos Estados Unidos, mas o trabalho da Enix com Terranigma foi tão bom que seria difícil ignorar seu pacote: belos gráficos, história que fecha a trilogia nascida com Soul Blazer e diversas batalhas em ambientes variados certamente fazem dele um título com lugar cativo no coração de muitos.

6. Super Mario RPG: Legend of the Seven Stars


E quando muitos imaginavam que a Nintendo não tinha mais o que inventar com Mario, eis que ela faz uma parceria com a Square para gerar esse RPG. Além de extremamente divertido, ele conta com alguns diferenciais no seu sistema de evolução dos personagens (como a possibilidade de escolher um atributo extra para melhorar ao subir de nível), muitas piadas e, claro, referências a outros títulos da produtora japonesa. Não demorou muito para virar um clássico absoluto.

7. Lufia 2: Rise of the Sinistrals


Talvez esse possa ter passado batido por muitos, mas acredite: Lufia 2: Rise of the Sinistrals é um excelente representante do gênero. Um dos grandes diferenciais deste título eram os seus quebra-cabeças, que certamente conseguiram fazer os jogadores perderem vários minutos tentando encontrar as soluções exatas para cada um deles. Some a isso a possibilidade de criar monstros para ajudar nas batalhas e uma boa trilha sonora para ter um pacote de peso no gênero RPG.

8. Earthbound


Crianças como protagonistas, alienígenas invadindo a Terra e transformando cachorros e melecas de esgoto em inimigos, hambúrguer e batata frita como itens de recuperação, referências diversas à cultura pop e uma batalha final em que você vence sem literalmente descer a porrada no vilão: se tudo isso não transforma Earthbound em um clássico do Super Nintendo, então não temos ideia de como classificá-lo.

9. Ogre Battle: March of the Black Queen


Mais um título da era de ouro da Enix e no período em que rivalizava com a Square pela atenção do público quando o assunto era RPG de qualidade.

Ogre Battle: March of the Black Queen era diferente de muitos outros games que estavam no mercado por permitir usar unidades variadas em combates, além de contar com um sistema de cartas que ofereciam alguns auxílios nas batalhas. Também não faltavam segredos para desvendar ao longo da aventura, que inclusive oferecia mais de um final aos jogadores.

10. Dragon Quest V: Hand of the Heavenly Bride


Esse é mais um que infelizmente não chegou de maneira oficial ao lado de cá do globo (mas pode ser curtido com tradução de fãs), mais ainda assim é bastante lembrado por muitos como o melhor da série para o Super Nintendo.

Aqui, a Square decidiu ousar um pouco mais ao incluir alguns elementos inéditos, como passagem de gerações, possibilidade de se casar e ter filhos (que recebiam atributos diferentes de acordo com a esposa escolhida) e até mesmo a chance de recrutar alguns monstros encontrados em batalha para lutar ao seu lado. Some a isso um bom enredo e trilha sonora cativante e novamente estará diante de uma receita de sucesso.

11. Harvest Moon


O representante da série que permite bancar o fazendeiro para Super Nintendo é bastante reverenciado pela comunidade. O motivo? Até então, nenhum outro título tinha trazido uma simulação de campo tão bem feita quanto a vista em Haverst Moon (com direito a criação de animais, festivais, pescaria, plantações e muito mais!), algo que certamente chamou a atenção de uma boa parcela do público que segue acompanhando os novos games da franquia até os dias atuais.

12. Final Fantasy 2


Seria injustiça não oferecer a Final Fantasy 2 um lugar em nossa lista de melhores RPGs de Super Nintendo. É verdade que talvez ele não conte com a mesma profundidade vista em seu sucessor, mas ainda assim a história protagonizada por Cecil é bastante reverenciada por muitos e cheio de altos e baixos, induzindo o jogador a avançar sempre mais para descobrir como a trama vai se desenrolar até o aguardado confronto final.

13. Star Ocean


Outro game que muitos tiveram a oportunidade de jogar graças ao trabalho da comunidade, uma vez que a versão para Super Nintendo infelizmente nunca saiu do Japão.

O título que deu origem a essa série de sucesso atualmente inovou ao trazer gráficos acima do padrão para o que o console tinha na época, além de um sistema de batalha bem trabalhado, interações privadas entre personagens variados e outros elementos que certamente agradaram quem teve a chance de se divertir com este clássico.

14. Tales of Phantasia


Vamos a mais um game que muitos conseguiram curtir por meio de ROMs com traduções (o lançamento oficial rolou apenas no Japão) e que também deu origem a uma série de sucesso.

Além de um estilo gráfico aprimorado, este título acabou caindo no gosto dos donos de Super Nintendo por apresentar batalhas que aconteciam de forma lateral (sem ser totalmente guiado por menus ou 100% voltado para a ação direta) e em um cenário específico, além de formas diferentes para aprender novas técnicas, trilha sonora memorável e muito mais.

15. The Legend of Zelda: A Link to the Past


Por fim, o capítulo da série Zelda destinado ao Super Nintendo. A Link to the Past inovou ao trazer dois mundos para explorar, além de diversos calabouços, trilha sonora inesquecível, chefes memoráveis e vários pontos para visitar em busca de segredos e recompensas que certamente ocuparam algumas dezenas de horas da vida de muitos jogadores.

Menções honrosas

  • Illusion of Gaia
  • Breath of Fire
  • Secret of Evermore
  • Soul Blazer
  • Brain Lord
  • Bahamut Lagoon
  • Live a Live
  • Fire Emblem
  • Seiken Densetsu 3 (conhecido por aqui como Secret of Mana 2)
  • The 7th Saga
  • Front Mission
  • Ys III: Wanderer from Ys
  • Romacing Saga 3
  • Shadowrun
  • Shin Megami Tensei

Fontes

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.