Mais de US$ 1 bilhão na compra da Bungie é para manter funcionários

1 min de leitura
Imagem de: Mais de US$ 1 bilhão na compra da Bungie é para manter funcionários
Imagem: Bungie

Em conversa com investidores, representantes da Sony explicaram de maneira um pouco mais detalhada suas intenções com o alto valor pago pela aquisição da Bungie. Um terço do investimento total de US$ 3,6 bilhões na compra vai ser destinado a retenção de funcionários.

"Aproximadamente um terço dos US$ 3,6 bilhões considerados na aquisição consistem, primariamente, de pagamentos deferidos para empregados donos de ações (a maioria das ações da Bungie pertencem a funcionários), condicionais em seu emprego continuado, e outros incentivos para retenção." - diz a Sony em seu relatório para investidores. "Essas quantias serão pagas ao longo de vários anos depois que a aquisição for completada, e vão ser registradas como gastos para fins de contabilidade".

Ou seja, a dona do PlayStation vai distribuir mais ou menos US$ 1,2 bilhão em prêmios e outros incentivos ao longo dos anos para que os atuais desenvolvedores e empresários da Bungie fiquem exatamente onde estão.

Associando essa informação ao fato de que a Bungie vai ter total liberdade criativa para desenvolver e distribuir seus jogos - inclusive em quais plataformas quiser - podemos perceber que a Sony comprou o estúdio com o plano de mantê-lo do jeito que ele é. A empresa parece não querer mover nada na Bungie, apenas ter sob seu guarda-chuva a franquia Destiny e seja lá qual for o próximo grande projeto da desenvolvedora que tem circulado nos rumores.