Diretor de Days Gone queria fazer um Resistance em mundo aberto

1 min de leitura
Imagem de: Diretor de Days Gone queria fazer um Resistance em mundo aberto
Imagem: PlayStation/Divulgação
Avatar do autor

Depois que a sequência de Days Gone não saiu do papel, o Bend Studio queria fazer um novo Resistance, dessa vez em mundo aberto. A informação foi revelada por Jeff Ross, diretor do jogo de zumbis do PlayStation.

Em entrevista concedida a David Jaffe em seu canal no YouTube, Ross afirma ter sugerido uma sequência da aventura de Deacon St. John, mas a ideia parece não ter agradado aos seus superiores. Segundo ele, "não tinha nada ali que fizesse o gerente local e seu chefe sentirem-se bem" em liberar a continuação.

A sugestão teria sido levada em consideração até certo ponto mas, segundo ele, seu jogo era visto como uma bomba que vendeu pouco — algo que o próprio diretor afirmou recentemente não ser verdade, dizendo que seu título teve mais vendas do que Ghost of Tsushima.

Quando o segundo Days Gone não foi aceito, ele teria então sugerido o Resistance em mundo aberto, que seria "muito maneiro". Apesar de "muitos aspectos daquela propriedade se encaixarem bem em jogabilidade de mundo aberto", Ross afirma que a Sony não estava interessada na ideia.

Foi então que seus chefes deram a ele a oportunidade de fazer um novo Syphon Filter, mas o diretor não curtiu a oferta. "Eu não tinha ideia alguma sobre como rebootar Syphon Filter", afirmou, dizendo ainda que "não estava interessado" em trabalhar com a série.