China paralisa aprovação de games e quase 14.000 empresas já fecharam

1 min de leitura
Imagem de: China paralisa aprovação de games e quase 14.000 empresas já fecharam
Imagem: Honor of Kings

Empresas menores que trabalham com games na China estão fechando aos montes devido a uma paralisação na aprovação de novos jogos que já dura meses. Estima-se que aproximadamente 14.000 empresas que trabalham desenvolvendo, produzindo ou fazendo marketing de jogos já faliram porque nenhum game é aprovado desde julho de 2021.

Para serem vendidos na China, novos jogos precisam passar pela aprovação da Administração Nacional de Imprensa e Publicação (NPPA - sigla em inglês). Mensalmente, o órgão divulga sua lista de 80 a 100 jogos aprovados que passam a ser comercializados normalmente.

Mas, sem dar motivos, desde julho do ano passado a NPPA não emite mais listas dessas. Mas há especulações de que isso tem a ver com a percepção que o presidente da China tem sobre jogos. Xi Jinping declarou em março de 2021 que se "preocupava" com o impacto psicológico que os jogos têm em pessoas mais jovens. Apenas dois meses depois o órgão parou de oferecer listas de jogos aprovados.

Enquanto a paralisação continua, empresas pequenas fecham, mas as gigantes encontram meios fora do país para se sustentar. A monstruosa Tencent, com braços em diversos países e dona de partes de empresas no mundo todo não sente o impacto como uma dev indie da China.

Como não foi oferecido um motivo oficial para ter parado com as listas de jogos aproados, também não foi divulgado quando que isso vai acabar. O Kotaku reporta que em 2018 houve um hiato parecido, que durou um total de nove meses.

Fontes