AMD anuncia Radeon RX 6500 XT; veja preço e benchmarks

1 min de leitura
Imagem de: AMD anuncia Radeon RX 6500 XT; veja preço e benchmarks
Imagem: AMD

A AMD apresentou a nova placa de vídeo Radeon RX 6500 XT durante a CES 2022. A nova GPU de entrada com arquitetura RDNA2 chega ao mercado dia 19 de janeiro com preço sugerido de US$ 200.

A Radeon RX 6500 XT conta com 16 unidade computacionais, 16 núcleos "Ray Accelerators", 16 MB de Infinity Cache e clocks de até 2,6 GHz. O intuito da linha é criar uma porta de entrada para as novas tecnologias e alcançar a enorme quantidade de jogadores que ainda estão presos a gerações mais antigas de GPUs, algumas já quase sem suporte das fabricantes.

Desempenho até 60% superior em 1080p e configuração altaDesempenho até 60% superior em 1080p e configuração altaFonte:  AMD 

De acordo com Laura Smith, vice-presidente corporativa da AMD, quase metade da base instalada de jogadores de PC contam com placas de entrada, como a GeForce GTX 1650 e Radeon RX 570, sem mencionar os jogadores que utilizam modelos ainda mais obsoletos.

Desempenho

Para dar uma prévia do poder da nova placa de vídeo, a AMD exibiu benchmarks de games na CES 2022. A RX 6500 XT consegue entregar de 20% a 60% mais desempenho em 1080p e alta resolução em jogos triplo A como Call of Duty: Vanguard e Resident Evil Village.

Radeon RX 6500 XT é compatível com Fidelity FX Super ResolutionRadeon RX 6500 XT é compatível com Fidelity FX Super ResolutionFonte:  AMD 

Além de trazer um hardware novo e núcleos de aceleração dedicados para Ray Tracing, as novas placas são compatíveis com a tecnologia FidelityFX Super Resolution, conseguindo aumentar o desempenho em jogos AAA, mesmo sendo uma placa de entrada.

Preço agressivo

A notícia mais animadora das novas Radeon RX 6500 XT é o preço. De acordo com a AMD, os novos modelos de entrada chegam ao mercado com preço sugerido de US$ 199 (R$ 1.129 em conversão direta), enquanto as RX 6600 custam a partir de US$ 329. Os valores oficiais para o Brasil ainda não foram revelados.

Fonte:  AMD 

Por se tratarem de modelos com apenas 4GB de VRAM GDDR6, as novas placas não devem entrar na mira de mineradores, possibilitando que preços flutuem bem menos que GPUs com 8GB ou mais.