Para EA, NFTs serão importantes para futuro da indústria de games

1 min de leitura
Imagem de: Para EA, NFTs serão importantes para futuro da indústria de games
Imagem: EA/Divulgação
Avatar do autor

O CEO da Electronic Arts (EA), Andrew Wilson, afirmou que os NFTs (tokens não fungíveis) serão uma importante parte do futuro da indústria de games. Ele falou isso durante uma reunião com investidores, onde também afirmou que o conceito de "play-to-earn" (jogue para ganhar, em tradução livre) será outro pilar importante dos jogos nos próximos anos.

Apesar do entusiasmo com essas novidades, Wilson não acredita que as tecnologias serão implementadas num futuro tão próximo. "Ainda é cedo demais para determinar como isso vai funcionar", ressaltou o CEO da EA.

NFTs representam algo único num blockchain, como se fosse um certificado de autenticidade

Os tokens não fungíveis são elementos criptográficos que representam algo único num blockchain. A ideia é usar a tecnologia das criptomoedas para ter uma espécie de certificado de autenticidade para itens facilmente reproduzíveis — como vídeos, fotos ou áudio.

Já o conceito de "play-to-earn" tem como base recompensar os jogadores com criptomoedas por jogarem determinado game.

(Fonte: Marco Verch/Reprodução)(Fonte: Marco Verch/Reprodução)Fonte:  Marco Verch/Reprodução 

Ubisoft também tem planos de adotar a controversa tecnologia

A Ubisoft também já anunciou que tem seus próprios planos para usar a tecnologia de blockchain nos seus jogos no futuro. Isso inclui a implementação de NFTs.

Apesar disso, tanto os tokens não fungíveis quanto a ideia de "play-to-earn" ainda estão num estágio inicial, tendo sua própria dose de controvérsias.

Tanto criptomoedas quanto os NFTs têm sido criticados pelo seu grande impacto no meio ambiente. Isso se deve especialmente ao alto consumo de energia exigido pela mineração de moedas virtuais.

Steam proíbe jogos de NFT enquanto Epic Games Store os acolhe

Duas das maiores lojas de jogos no PC, a Steam e a Epic Games Store, terão posturas opostas em relação aos NFTs. A Valve já anunciou que vai banir jogos com elementos de blockchain e transações de tokens não fungíveis em sua plataforma.

“[Você não deve publicar] aplicativos construídos na tecnologia blockchain que emitem ou permitem a troca de criptomoedas ou NFTs”, determina a nova versão da tabela de onboarding da Steam.

Do outro lado dessa polêmica está o CEO da Epic Games, Tim Sweeney. Segundo ele, a plataforma vai receber jogos com elementos de blockchain e NFTs de braços abertos.

“A Epic Games Store vai receber games que fazem uso de tecnologia blockchain desde que provem que seguem as leis importantes, deixem claros os seus termos e possuam classificação etária para os grupos apropriados [de jogadores]", contou o diretor-executivo da Epic Games.