Chefe do PlayStation quer levar seus games para mais jogadores no futuro

2 min de leitura
Imagem de: Chefe do PlayStation quer levar seus games para mais jogadores no futuro
Imagem: Guerrilla Games/Divulgação
Avatar do autor

Jogos do PlayStation podem se tornar multiplataforma no futuro. Pelo menos é isto o que sugeriu Jim Ryan, Presidente e CEO da Sony Interactive Entertainment.

Em entrevista sobre sua carreira ao Games Industry, Ryan revelou pensar bastante em um mundo no qual os títulos da Sony não ficam restritos aos jogadores no PS4 e PS5.

"Gostaria de ver um mundo no qual os jogos que fazemos no PlayStation podem ser aproveitados por dezenas de milhões de pessoas — quem sabe centenas de milhões", disse o CEO.

Days Gone foi lançado para PCs em maio deste anoDays Gone foi lançado para PCs em maio deste anoFonte:  Bend Studio/Divulgação 

Segundo ele, com o atual modelo de negócios de consoles, um grande lançamento do PS tende alcançar cerca de 10 a 20 milhões de usuários. "Se você comparar com música e cinema, eles podem ser aproveitados por audiências quase ilimitadas", continuou o Presidente da SIE.

"Acho que algumas das artes que nossos estúdios estão fazendo são algumas das melhores peças de entretenimento no mundo, e limitar a audiência me frustra", confessou o executivo.

Este tipo de raciocínio não é novidade: há anos a Microsoft, sua concorrente, disponibiliza seus jogos para PC. A Sony vem seguindo caminho similar com o lançamento de títulos como Days Gone, Detroit: Become Human, Horizon Zero Dawn e Death Stranding para computadores, com planos de tornar mais exclusivos acessíveis no PC nos próximos anos.

Horizon: Zero Dawn chegou aos computadores em agosto de 2020Horizon: Zero Dawn chegou aos computadores em agosto de 2020Fonte:  Guerrilla Games/Divulgação 

De qualquer forma, embora Jim Ryan pareça animado com a ideia, este mundo ideal onde jogadores de todo o mundo possam curtir os games do PS em diferentes plataformas não deve se tornar realidade tão cedo. Este tipo de mudança é gradual, levando anos de planejamento até sua execução — mas é interessante saber que a atual liderança da Sony Interactive Entertainment cogita algo assim para o futuro.

A estratégia também seria velha conhecida nos corredores da Sony. Em entrevista recente ao podcast What's Up PlayStation, Shawn Layden, ex-Presidente da SIE, revelou que a ideia de lançar títulos exclusivos no PC surgiu quando ainda atuava como chefe da empresa.

Segundo Layden, a ideia era apresentar os exclusivos para jogadores de PC com a intenção de mostrar a eles o tipo de games que os esperam no PlayStation, incentivando-os a comprar um PS4 ou PS5.

O ex-CEO revelou ainda que os jogos exclusivos da marca que foram liberados no computador já haviam alcançado sua saturação de vendas na PS Store. Assim, vendê-los em uma nova plataforma era uma boa ideia pois gerava renda extra e alcançava mais clientes.