PlayStation: venda dos exclusivos nos PCs seria estratégica

1 min de leitura
Imagem de: PlayStation: venda dos exclusivos nos PCs seria estratégica
Imagem: PlayStation/Divulgação
Avatar do autor

A venda de exclusivos do PlayStation nos computadores tem uma motivação estratégica: captar e converter mais clientes para o console. A informação foi divulgada pelo ex-Presidente da Sony Interactive Entertainment.

Em conversa durante o podcast What's Up PlayStation, Shawn Layden revelou que algumas das ações tomadas pela divisão de games da Sony são frutos de trabalho efetuado enquanto ainda atuava como chefe da empresa.

Layden afirma que a decisão de levar os exclusivos do PlayStation para PCs começou a tomar forma quando ainda estava na presidência da companhia. Segundo ele, a ideia era oferecer seus games exclusivos aos jogadores de computador, mostrando o que esses potenciais clientes poderiam encontrar em sua plataforma. Dessa forma, poderiam incentivá-los a adquirir um console para aproveitar outros games de PS4 e PS5.

O ex-chefe da SIE revelou ainda que seu time não viu nenhum ponto negativo em oferecer os títulos exclusivos no PC. Na verdade, de acordo com Layden, os games da marca portados para computador já haviam alcançado a saturação de vendas no PlayStation.

Ou seja, comercializá-los em outra plataforma era benéfico não apenas para apresentar seus títulos para um novo público, que poderia potencialmente se converter em novos clientes, mas também ajudaria a aumentar ainda mais a receita com a venda daqueles games.

Shawn Layden assumiu a presidência da SIE em 2016, deixando o cargo em 2019. Durante sua presidência, a empresa lançou alguns dos jogos mais bem avaliados do PlayStation 4 como Horizon Zero Dawn e God of War.