Final Fantasy XVI ganha detalhes na TGS 21; produção está avançada

1 min de leitura
Imagem de: Final Fantasy XVI ganha detalhes na TGS 21; produção está avançada

A Tokyo Game Show 2021 foi palco para diversas novidades da série Final Fantasy, incluindo Stranger of Paradise e The First Soldier. Como não poderia faltar, o produtor de Final Fantasy XVI, Naoki Yoshida, comentou um pouco mais de novidades para o próximo game principal da franquia, como detalhes do sistema de habilidades. As informações são da Famitsu, traduzidas pelo site DualShockers.

De acordo com Yoshida, o cenário principal de Final Fantasy 16 já está completo, ou seja: a parte narrativa e missões principais já foram concluídas. Outra seção finalizada foram os modelos 3D de todos os personagens do jogo (apesar de ainda necessitar de polimento). Entretanto, ainda há trabalho a ser feito.

O produtor revelou que a equipe está trabalhando principalmente no conteúdo secundário da campanha e dando os últimos toques, dando a entender que a produção também está avançada neste aspecto. Por fim, junto a Hironobu Sakaguchi (criador da série Final Fantasy que não está mais na Square Enix) em um painel da Tokyo Game Show, o produtor comentou um pouco sobre a árvore de habilidades.

Como é a árvore de habilidades de Final Fantasy 16?

Durante o painel, Yoshida revelou que a equipe quer implementar um sistema de árvore de habilidades em Final Fantasy 16 similar ao de Fantasian, novo game de Sakaguchi. Durante a conversa, o produtor do décimo sexto game disse que gosta de dar liberdade aos jogadores em um modelo de habilidades "expansivo", em que os usuários podem ter liberdade para moldar as skills do personagem, mesmo que ele seja pré-determinado (ou seja, não é um avatar feito pelo jogador). A ideia é que a evolução de habilidades em FF XVI tenha uma sensação única e pessoal para cada um que jogar, trazendo resultados diferentes na comunidade.

"Geralmente há duas formas de se jogar com um personagem. Você pode ou se colocar no lugar de um protagonista pré-definido ou, como em Final Fantasy 14, você pode se tornar seu próprio protagonista. Contudo, mesmo quando é o caso de você jogar um herói pré-definido, é melhor quando há uma sensação de personalização na progressão de personagem, já que isso garante uma gama maior de opções para jogar", disse Naoki Yoshida.

Final Fantasy XVI está previsto para chegar ao PS5, mas ainda não teve data de lançamento revelada. Será que com tanto progresso o game pode estar mais perto do que imaginamos? Deixe seu comentário abaixo!