Ex-chefe da Sony diz que produção de jogos do PS5 custa US$ 200 milhões

1 min de leitura
Imagem de: Ex-chefe da Sony diz que produção de jogos do PS5 custa US$ 200 milhões
Imagem: Sony

Shawn Layden, o ex-chefão da Sony Interactive Entertainment (SIE), e Jason Schreier, jornalista da Bloomberg, tiveram uma conversa bem interessante sobre os custos de desenvolvimento dos jogos triple A lançados para os consoles PlayStation.

Há tempos que Shawn se mostra crítico ao valor elevado de produção dos principais lançamentos do mercado, e agora ele estipula que os grandes games da nova geração devem estar custando cerca de 200 milhões de dólares para serem produzidos.

Segundo o executivo, nos tempos do PS4, os blockbusters custavam em torno de 100 milhões de dólares, valor que só subiu sem parar desde então. Para Shawn, esse é o principal motivo para vermos cada vez menos títulos inovadores. Afinal, ninguém quer injetar tanto dinheiro em algo que pode fracassar.

"Se a gente não conseguir impedir essa curva de valores de continuar crescendo, tudo o que podemos fazer é cortar os riscos", lamentou. "Isso nos coloca numa posição em que fazer sequências é algo lógico, com três ou quatro modelos de jogos que continuam a existir, e cada vez menos variedade."

Shawn ainda fez um mea-culpa, mas se mostrou disposto a ajudar a reverter esse quadro em seu novo trabalho na Streamline:  Acho que acabei contribuindo em parte para isso. Agora o objetivo final da minha carreira é trazer mais pessoas para a criação de jogos, gente de todo o mundo, e fazer mais gente apreciar os prazeres dos videogames."

Mas e você, o que acha das ideias do Shawn Layden? Também gostaria de ver lançamentos mais baratos e com maior variedade? Conte para a gente nos comentários a seguir!