Shawn Layden acha o modelo de desenvolvimento AAA insustentável

1 min de leitura
Imagem de: Shawn Layden acha o modelo de desenvolvimento AAA insustentável
Imagem: Sony

Shawn Layden trabalhou na Sony por 25 anos e, com a chegada do PlayStation 5, o ex-executivo resolveu compartilhar alguns pitacos sobre o mercado em conversa no Gamelab Live. Para Shawn, o modelo atual de desenvolvimento de jogos triple A não tem futuro.

Shawn explicou que os custos de produção saltaram de 80 para 150 milhões de dólares durante a atual geração, quase dobrando de valor. O mesmo já tinha acontecido na geração anterior, que também quase dobrou seus custos. A ideia é que esse ritmo não pode ser mantido, já que não será possível aumentar o público consumidor na mesma medida em que os custos sobem.

A

"Não acho que, na próxima geração, você possa pegar esses números e multiplicá-los por dois e achar que teria um crescimento sustentável. A indústria como um todo precisa parar e pensar um pouco no que está construindo. Os jogos custam 60 dólares desde que entrei no mercado, mas o custo de produção está mais de dez vezes maior. É uma aberração!"

Shawn também vê problemas para a vida dos criadores de jogos: "É difícil pensar em todo jogo de aventura mirando em 50 a 60 horas de conteúdo, porque é sempre mais caro esticar as campanhas. No fim das contas, fechamos as portas para criadores interessantes que podem não cumprir as condições necessárias, e precisamos reavaliar isso."

"Será que podemos pensar em outro modelo? Ao invés de ficar cinco anos fazendo um jogo de 80 horas, não podemos fazer um jogo de 15 horas em três anos? Qual seria o custo disso? Eu pessoalmente gostaria disso e conseguiria terminar e experimentar mais jogos." Você concorda? Comente!

Fontes