Jogadores de Valheim recriam Millennium Falcon e obras de arte

1 min de leitura
Imagem de: Jogadores de Valheim recriam Millennium Falcon e obras de arte
Imagem: r/valheim / Reprodução

Jogadores em Valheim estão fazendo construções dignas de atenção. Lançado em fevereiro deste ano, o jogo de sobrevivência com temática viking já reúne algumas obras que podem ser comparadas às mais incríveis feitas em Minecraft.

Um exemplo é esta Millennium Falcon abaixo, feita e compartilhada no Subreddit de Vallheim pelo usuário Colonel-James-Paker.

A nave conta com iluminação externa e até mesmo cômodos na parte interna, tem quarto, corredores bem arranjados e cabines de comando improvisadas com mesas e cadeiras vikings.

Já o usuário Britzerland tentou algo diferente, recriou a estátua de David de Michelangelo. Ou pelo menos parte dela.

Segundo o jogador, foram necessários três dias apenas para fazer planejamento e descobrir como fazer. Ele conta que utilizou 3000 peças para fazer a construção e que não pesou tanto no desempenho do jogo apesar de utilizar um notebook simples. As peças utilizadas só são renderizadas se o personagem ficar dentro de um raio de 5 metros.

Provavelmente utilizando técnicas semelhantes, o mesmo jogador criou uma caveira gigante. Algumas pessoas comentaram na postagem que gostariam de ver esta criação como parte do mapa do jogo.

Também a Catedral de Notre-Dame aparece em grande estilo dentro do jogo. GlPv recriou a construção de arquitetura gótica com atenção a diversos detalhes da obra original. Para ter uma ideia do tamanho do edifício, é possível ver o jogador no topo, na foto que está no canto superior esquerdo.

Também a ponte abaixo parece ter dado bastante trabalho, mas o próprio construtor Mandrasan descreve como uma ponte completamente inútil.

Se

Jogadores de Valheim já provaram que são criativos em diversas situações. Por aqui, mostramos algumas de suas ousadias, incluindo jangadas improvisadas e obras submersas. Para quem costumar jogar, vale lembrar que os desenvolvedores liberaram o roadmap com as atualizações previstas para 2021.

Fontes