New World: testamos a primeira expedição do MMO da Amazon

6 min de leitura
Imagem de: New World: testamos a primeira expedição do MMO da Amazon
Avatar do autor

Na semana passada, a Amazon Game Studios compartilhou mais detalhes sobre New World em evento digital para a imprensa e nós pudemos não só saber mais sobre esse novo MMO, como também testamos um pouco do que ele tem a oferecer. Alguns fãs podem se lembrar que o game já tinha tido um teste no ano passado, quando diversos jogadores relataram suas experiências e possíveis pontos positivos e negativos sobre o título.

Logo de início no evento com a imprensa, os desenvolvedores de New World afirmaram que prestaram atenção no feedback sobre o último teste e o levaram em conta na hora de aprimorar e realizar mudanças no jogo. Com isso, foram adicionadas novas armas, áreas, receitas do que se pode construir, lugares para pescar, conquistas inéditas, incentivos para dominar territórios, um modo inédito para o endgame e as expedições.

As mudanças são significativas e prometem trazer um mundo mais interessante e que faça os jogadores terem motivos para continuar voltando, algo extremamente relevante para um MMO que ainda precisa conquistar seu público. Durante a prévia que experimentamos no evento, nosso foco foi exatamente uma dungeon para até cinco pessoas que mencionamos acima, conhecida também como "expedição".

Dungeons e puzzles

A expedição em que nos aventuramos nessa prévia também é a primeira que New World apresentará aos seus jogadores no lançamento. Intitulada de "Escavação de Amrine", essa missão se passa em um local perto do tempo de Amrine, onde o arqueólogo Simon Grey e sua equipe desapareceram há um certo tempo. Nossa missão era tentar descobrir o que aconteceu com eles e com a tecnologia que eles desenterraram nessa escavação.

Não há maneira melhor de conhecer um MMO do que visitando suas dungeonsNão há maneira melhor de conhecer um MMO do que visitando suas dungeonsFonte:  New World/Divulgação 

Apesar de ser uma expedição introdutória, os jogadores terão que estar pelo menos no nível 25 para participarem dela. Segundo os desenvolvedores da Amazon Game Studios, as outras expedições terão requisitos de níveis cada vez maiores, o que é sempre esperado em jogos deste tipo. Também é necessário ter entre três e cinco jogadores para participar e completar a missão com sucesso.

Assim como em outras raids menores de outros grandes MMOs, esse modo te coloca para lidar com diversos inimigos relacionados à lore daquele local, além de diversos enigmas espalhados em cada sala nova. Felizmente, ao entrar em um grupo para fazer essas dungeons, você pode se comunicar com os outros jogadores por texto ou por voz diretamente pelo game, então não precisa contar com apps de terceiros para isso.

Como a Amazon já tinha citado previamente, New World não possui classes de uma forma convencional. Em vez disso, nós simplesmente escolhemos nossas armas e elas agem como classes, sendo que há armamentos ideais para os jogadores que preferem dar bastante dano, para aqueles que querem curar ou para aqueles que querem servir de saco de pancadas para distrair os inimigos.

Haverá muitos puzzles a serem resolvidos em grupoHaverá muitos puzzles a serem resolvidos em grupoFonte:  New World/Divulgação 

Felizmente, havia algumas armas diferentes para cada classe, então deu para experimentar alguns estilos variados de combate com espadas, arcos e cajados em meu caso, que foi o de tentar dar o máximo de dano nos inimigos. É claro que não bastava ficar apertando minhas habilidades e golpes sem parar, já que o trabalho em equipe foi essencial.

Alguns puzzles precisavam da colaboração de todos, enquanto outras lutas mais desafiadoras também necessitavam que todos os membros da equipe cumprissem seus papéis sem muita chance para falhas. Mesmo com um guia nos contando mais sobre a dungeon e sobre os inimigos a todo momento, foi uma experiência bem emocionante e com várias mortes no caminho.

Explorando um novo mundo

Depois que a expedição de Amrine foi completada, nós tivemos a chance de explorar o mundo de Aeternum livremente por algum tempo extra. É claro que seria impossível ver tudo ou experimentar a maioria do que o jogo tem a oferecer em apenas algumas horas, mas foi possível ter uma noção do que ele tem a oferecer.

Sem as restrições de ter que pensar rápido e usar apenas algumas armas, pudemos testar todo o arsenal que a obra tinha a nos oferecer. Como mencionamos antes, são as armas que representam as classes em New World, mas você também pode escolher entre diversas habilidades ativas e passivas para seu equipamento. Isso significa que dá para montar seu estilo de luta de uma forma bem personalizada, focando no que te agradar mais.

É difícil parar de explorar New World, especialmente na primeira vezÉ difícil parar de explorar New World, especialmente na primeira vezFonte:  New World/Divulgação 

Esse sistema também permite uma troca mais simples entre classes, caso seja necessário ou se quiser tentar algo diferente ao longo de suas aventuras. O único fator que impede que essa alteração de tipos de armas seja mais rápida e eficiente é que você terá que distribuir pontos entre os principais atributos de seu personagem. É isso que define se terá um personagem que dá mais dano com armas de longo ou curto alcance, se tem mais pontos de vida, se dá mais dano com armas mágicas, etc.

Felizmente, esses atributos podem ser realocados com o dinheiro ganho no jogo em suas missões, só que vai te custar caro. Mesmo com esse pequeno obstáculo na possível troca de classes, esse sistema é muito melhor do que ter simplesmente que criar um personagem do zero como em outros MMOs.

Ainda em nossa exploração, deu para notar que o título já conta com mapa bem grande e cheio de locais interessantes a serem visitados. Há pequenos vilarejos, por exemplo, nos quais você pode comprar uma casa própria e ajudar a financiar seu crescimento. Desta forma, a vila pode virar uma cidade ou até mesmo uma capital importante com a sua ajuda e a de outros jogadores.

Haverá áreas específicas para PVP, então você não precisa se preocupar em ser atacado em qualquer lugarHaverá áreas específicas para PVP, então você não precisa se preocupar em ser atacado em qualquer lugarFonte:  New World/Divulgação 

Nisso, também entra a briga entre territórios, guerras e combates entre as facções em que você pode entrar. Afinal, o que seria de um MMO sem os modos PVP, onde os jogadores lutam com outros jogadores, não é mesmo?! O bom é que o PVP ficará concentrado em certos pontos-chave do mapa, então quem só quer aproveitar mais o modo PVE, contra a inteligência artificial, não precisa se preocupar em ser atacado do nada.

Vale ainda mencionar que mesmo estando na sua fase alpha, New World já apresenta um mundo muito bonito e detalhado, que felizmente rodou sem problemas de framerate ou lag na maior parte do tempo. Apenas dentro da dungeon foi possível notar uma queda de performance quando algumas das armas mágicas do game foram utilizadas ao mesmo tempo. Nada que não deva ser consertado até a versão final do título.

Quando começa o vício

Quem já experimentou um bom MMO sabe que quando começamos uma nova campanha, é bem difícil de parar de jogar por algum tempo. Ao que tudo indica, New World realmente tem o potencial de entregar uma experiência bem viciante para seus futuros jogadores. A esperança disso é ainda maior quando levamos em conta que a Amazon Game Studios ouviu o feedback dos fãs para melhorar o jogo nos últimos meses.

Em breve, o novo mundo da Amazon está cheio de aventureirosEm breve, o novo mundo da Amazon está cheio de aventureirosFonte:  New World/Divulgação 

Considerando que os desenvolvedores já deixaram claro que este é um título em que eles vão continuar trabalhando, atualizando e aprimorando por anos, esse é um fator que pode garantir o sucesso de New World no longo prazo. Felizmente, não vamos ter que esperar muito tempo para checar esse novo mundo mais uma vez.

Os testes do Beta fechado, por exemplo, se iniciarão no dia 20 de julho e você pode se inscrever no site oficial do jogo para tentar garantir a sua vaga e conferi-lo antes do seu lançamento. Falando nisso, vale mencionar que o MMO chega no PC oficialmente no dia 31 de agosto deste ano.

Para finalizar, dá para dizer que a parte mais estranha de ter explorando New World tão cedo foi o fato de que vimos um mundo enorme de um MMO totalmente vazio, o que obviamente não é muito comum. Se o game continuar no caminho que promete, temos certeza que esse novo mundo ficará mais do que cheio muito em breve!

New World: testamos a primeira expedição do MMO da Amazon