Nvidia acidentalmente tirou limite de mineração da RTX 3060

1 min de leitura
Imagem de: Nvidia acidentalmente tirou limite de mineração da RTX 3060
Imagem: Sam Byford/The Verge
Avatar do autor

A Nvidiu admitiu, nesta terça-feira (16), que acidentalmente removeu o limite de hashrate que estava configurado na RTX 3060. O “vacilo” da empresa foi provavelmente o responsável pela brecha que permitiu que pessoas conseguissem minerar a criptomoeda Ethereum acima da barreira permitida pela GPU.

“Um driver inadvertidamente incluiu um código usado para desenvolvimento interno que remove o limitador de hashrate na RTX 3060 em algumas configurações”, explicou um porta-voz da companhia ao site The Verge. De acordo com o representante, o driver já foi removido. Contudo, é bastante improvável que as coisas voltem ao normal.

É possível dizer que muitas pessoas utilizarão o software “com erro” para continuar minerando a taxas maiores do que o permitido. Versões deste driver que foi lançado por acidente continuam circulando na internet para serem baixadas, inclusive.

Garantia de barreira

Antes de lançar no mercado a RTX 3060, no final de fevereiro, a Nvidia havia garantido que a placa não seria eficiente para mineração de criptomoedas. A empresa se comprometeu com o sistema e o chefe de Comunicação da companhia, Bryan Del Rizzo, chegou a afirmar que a peça uniria soluções de driver, BIOS e hardware para impedir a remoção do limitador de hashrate.

Além da divulgação nesta semana de várias pessoas que disseram ter conseguido minerar a Ethereum a 48 MH/s (quando esse valor deveria ser limitado a no máximo 25 MH/s), anteriormente outros grupos já haviam descoberto problemas na GPU.

Na semana passada, programadores chineses alegaram ter criado um mod para minerar moedas virtuais como a Octopus a 50 MH/s. Eles se aproveitaram que a peça só possui limitações para a Ethereum.

A Nvidia tem lutado contra essa prática de utilização de placas de games para mineração porque esse movimento tem gerado escassez e alta nos preços mundo afora. Para tentar fazer com que os entusiastas das moedas virtuais deixem de lado as placas convencionais, a empresa chegou a lançar um produto específico.