RTX 3060: chineses dobram 'velocidade de mineração' de criptomoedas

1 min de leitura
Imagem de: RTX 3060: chineses dobram 'velocidade de mineração' de criptomoedas
Imagem: Nvidia/Reprodução
Avatar do autor

Um grupo de programadores chineses alegou ter conseguido "desbloquear" a RTX 3060 para chegar a um hashrate de 50 MH/s, dobrando o desempenho esperado da GPU. Os mineradores disseram ter criado um mod que consegue ultrapassar o desempenho que foi regulado pela Nvidia.

A empresa de tecnologia havia anunciado, em fevereiro, que a placa de vídeo teria componentes para limitar a mineração. O desempenho da GPU pode chegar entre 40 MH/s e 45 MH/s. Caso as atividades relacionadas às criptomoedas fossem detectadas, o número cai para entre 20 MH/s e 25 MH/s.

De acordo com o site Wccftech, os modders aproveitaram a brecha de que a placa aparentemente só possui limitadores para a criptomoeda Ethereum. Por isso, o sistema foi burlado para que a mineração da moeda virtual Octopus fosse feita.

Uma suposta prova da “fraude” no sistema foi publicada pelo perfil I_Leak_VN no Twitter. A captura de tela mostra a GeForce RTX 360 usando um algoritmo para minerar acima dos 45 MH/s. A imagem evidencia, ainda, que 8 placas gráficas estavam sendo utilizadas para alcançar taxas de hash acima de 360 MH/s.

Um grupo vietnamita do Facebook argumentou ter feito os testes com o mod dos chineses e revelou ter conseguido hashrates acima de 50 MH/s.

Até a publicação dessa matéria a Nvidia não havia se posicionado sobre o assunto. A empresa chegou a lançar uma GPU específica para mineração para evitar que as peças para games fossem usadas para esse fim.

A utilização de placas de vídeo para jogos no setor de criptomoedas tem gerado, inclusive, uma alta nos preços mundo afora.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.