PlayStation está deixando de priorizar estúdios japoneses, diz site

2 min de leitura
Imagem de: PlayStation está deixando de priorizar estúdios japoneses, diz site
Imagem: PlayStation/Reprodução
Avatar do autor

A PlayStation pode estar fazendo um ousado movimento em suas operações. De acordo com fontes do site Video Game Chronicle (VGC), a divisão de jogos eletrônicos da Sony estaria fechando estúdios no Japão para transferir poder para escritórios nos Estados Unidos.

Ações neste sentido já estariam, inclusive, em curso. Vários produtores e desenvolvedores têm, recentemente, anunciado seus desligamentos. O último caso foi o de Masaaki Yamagiwa, que trabalhou em Bloodborne. Além dele, Ryo Siogabe, Teruyuki Toriyama e outros já anunciaram suas saídas.

Yamagiwa trabalhava para o Japan Studio, está sendo fechado segundo as fontes do VGC. A PlayStation está tomando essa decisão porque o estúdio não estaria dando o lucro esperado nos últimos anos.

Nesse processo de reestruturação, a Asobi Team, por exemplo, parece não ter sido afetada. A equipe, que foi a responsável pelo desenvolvimento de Astro Bot, deve seguir trabalhando como "standalone", ou seja, independente.

A Asobi Team deverá receber profissionais que estavam no Japan Studio. Outra parte dos funcionários demitidos deverão se juntar a Keiichiro Toyama, diretor de Silent Hill e Gravity Rush que abriu uma nova empresa chamada “Bokeh”.

As fontes do VGC disseram ainda que essa grande operação comercial teve início ainda em 2016, quando a PlayStation mudou sua sede de Tóquio para a Califórnia. Àquela altura, o objetivo era integrar as operações de hardware e software.

Outros motivos

A decisão da PlayStation de desligar pessoas e fechar estúdios do Japão possui várias justificativas. O VGC explica que as desenvolvedoras japonesas têm focado em jogos que agradam primeiro o mercado nipônico. Do outro lado, a Sony gostaria que os títulos tivessem um apelo em todo o mundo.

A decisão criativa de criar games com um apelo local estaria trazendo problemas financeiros, principalmente para o Japan Studio. Criado em 1993, o estúdio foi o primeiro first-party da Sony e criou franquias icônicas como Ape Scape, Patapon, LocoRoco e Knack. A companhia ainda teve um papel fundamental para outras empresas como a From Software (Dark Souls) e a Bluepoint (Demon's Souls).

PlayStation está deixando de priorizar estúdios japoneses, diz site