De acordo com os laboratórios da GAS Tecnologia, 5% de todos os computadores que acessam Internet Banking no Brasil estão contaminados ou acessaram sites com ameaças. Isso significa que mais de 2,5 milhões de PCs fizeram o download de arquivos maliciosos e navegaram em sites próprios para o roubo de dados.

Outro dado da GAS é que os ataques conhecidos como Cavalo de Troia (trojan horse) do tipo RAT — ferramenta de acesso remoto —, mesmo que sejam antigos, continuam crescendo. Em 2014, mais de 13 famílias de malwares deste tipo foram identificadas, e elas geraram mais de 5 mil executáveis maliciosos no Brasil.

Um dos malwares mais utilizados, o Cavalo de Troia RAT costuma ser inserido no computador de algum usuário por meio de redes sociais, emails ou navegação em sites duvidosos. Normalmente, o dono do PC é induzido a fazer o download de algum arquivo — "as fotos da festa ficaram ótimas!" —, assim o malware se instala no computador.

De acordo com a GAS, o programa malicioso pode obter dados do usuário, como senhas e números de cartões. Além disso, é possível executar ações no sistema (as mais variadas possíveis), instalar outros softwares, controlar dispositivos do SO e capturar ações de digitação e mouse.

A recomendação para ficar com o seu computador sempre limpo é não clicar em "emails corrente", mensagens de amor, premiações, casa própria, transferências milionárias ou qualquer email que conte com a "ganância, carência e curiosidade do ser humano" para instalar um malware. É necessário analisar as notificações de redes sociais, sites em que navega e links de download — e também não se esqueça de atualizar o antivírus.

Cupons de desconto TecMundo: