O Facebook divulgou seus resultados do primeiro trimestre do ano de 2015 e, junto com os números de ganhos e gastos, a companhia compartilhou algumas estatísticas da sua rede social. O que mais chamou atenção foi o número de visualizações de vídeos por dia. Já são mais de 4 bilhões de views a cada 24 horas, uma marca atingida pelo YouTube em 2012.

Por conta disso, o Facebook já está sendo encarado como um sério concorrente para a plataforma de vídeos da Google. Ao que parece, essa divulgação de dados do Facebook é uma forma de atrair anunciantes para uma possível nova modalidade na rede social: anúncios em vídeos.

Isso já é uma realidade no YouTube há um bom tempo, e, por isso, a plataforma tem milhares de criadores de conteúdo exclusivo. Com esse nível de visualizações diárias, o Facebook pode também atrair pessoas dispostas a enviar conteúdo original para rede social. Para isso, entretanto, Mark Zuckerberg terá que começar a pagar essa gente, assim como faz o seu concorrente YouTube.

Mudanças

No ano passado, o Facebook alterou seu algoritmo para impulsionar a exibição de vídeos hospedados diretamente na rede social. Isso tem gerado um alcance bem maior do que o esperado, uma vez que esse tipo de publicação tem muito mais prioridade na linha do tempo dos usuários do que fotos e texto.

Além de não recompensar ninguém que posta vídeos no Facebook, a rede social tem uma desvantagem bem significativa em realção ao YouTube: ainda não há uma forma de organizar vídeos de maneira muito intuitiva para que visitantes da página não precisem perder muito tempo procurando coisas específicas. De qualquer forma, a Google pode começar a dar um jeito de fidelizar seus usuários do YouTube porque o Facebook realmente está querendo dar o bote muito em breve.

Cupons de desconto TecMundo: