Fica cada vez mais evidente a tendência que os serviços de vídeos por streaming disponíveis atualmente têm de priorizar métodos que possibilitem ao usuário assistir vídeos em alta definição, como se estivessem assistindo a um filme em DVD ou até mesmo em Blu-ray. Ao mesmo tempo em que esse foco na qualidade proporciona uma experiência melhor para os usuários, carregar um desses vídeos em pouco tempo exige uma conexão robusta, algo que, infelizmente, ainda está longe da realidade de muitos usuários espalhados pelo mundo.

Pensando nesses usuários que não dispõem de conexões muito velozes ou que simplesmente querem carregar um vídeo no menor tempo possível, o Youtube Labs desenvolveu o Feather, recurso ainda em fase de testes beta para o site de vídeos da Google. Ao optar por utilizar esta ferramenta, o usuário tem à sua disposição uma versão do site com uma interface mais limpa, ao custo de alguns recursos presentes na versão completa: tudo isso com o objetivo de carregar o vídeo desejado o mais rápido possível.

Para testar os novos recursos do Feather, é necessário possuir um cadastro válido no Youtube, que pode ser feito através deste link. Em seguida, após fazer o login na conta criada, acesse este outro link e clique na opção “Join the “Feather” Beta” (juntar-se ao Beta do Feather), conforme a imagem abaixo:

Novidades do Youtube Feather

Barra de Vídeos recomendados simplificadaA diferença é notada de maneira instantânea, a partir do momento em que o usuário tenta realizar uma busca: para tornar mais rápido o carregamento de cada página, o serviço de sugestões automáticas é excluído. Até o momento, não há nenhuma diferença na página que apresenta os resultados da pesquisa realizada e todas as funções para reordenar os vídeos exibidos estão disponíveis.

É na hora de assistir aos vídeos que se nota a diferença entre utilizar o Feather ou as configurações padrões do Youtube: nos vídeos em que existe a função HQ, clicar no botão somente pausa a exibição atual sem modificar o tamanho da exibição. A parte de favoritos e notas também é simplificada, e desaparecem as opções que permitem incorporar os vídeos a um perfil do Facebook, Live Spaces ou Orkut.

Apesar de ainda ser possível verificar os comentários feitos, o Feather não permite que o usuário adicione novas observações ao vídeo assistido nem visualize a lista completa de comentários quando estes ultrapassam o limite de uma página. Além disso, informações como estatísticas e dados relacionados são eliminados, e não é possível ver se existem respostas feitas ao vídeo.  A barra lateral de vídeos recomendados também muda de cara e passa a exibir uma lista muito menor de sugestões ao usuário, tudo em nome de um carregamento mais rápido da página.

Diversas funções para incluir vídeos na lista de favoritos são removidas

Outra mudança que fica evidente é a mensagem que permite voltar à versão padrão do Youtube, localizada abaixo da descrição e vídeos relacionados. Vale mencionar que nem todos os vídeos do site são compatíveis com o Feather, e que o que diminui é o tempo de carregamento do resto da página: aquele vídeo de 10 minutos continuará a demorar a carregar em uma conexão de 300 Kbps.

Cupons de desconto TecMundo: