Acabam de chegar as novas placas de vídeo da série Radeon HD 5800, da ATI. O modelo 5870, mais forte, já está à venda, enquanto o HD 5850, um pouco mais fraco, atrasou em sua chegada aos mercados. As novidades são muitas e prometem apresentar novos conceitos de exibição em diversos monitores, suporte ao DirectX 11 e arquitetura em tamanho reduzido.

A placa entra na competição direta com os melhores modelos atuais da Nvidia, a GeForce GTX 295 e a Geforce 285, atualmente as placas topo de linha da empresa. Como de praxe, o preço é uma das maiores armas da ATI nessa nova linha de placas de alto rendimento.

Este artigo não visa se aprofundar demasiadamente nos termos e jargões intrínsecos ao tema, além das especificações e suas explicações mais técnicas. Ele é uma boa base para efeito de comparação entre as placas de vídeo atuais, e também descreve as principais características e novidades trazidas pela Radeon HD 5870.

A história se repete

Há algum tempo, a Nvidia lançou os modelos GTX 280 e GTX 260, sabendo que eram o melhor que havia no mercado. Por esse motivo, a empresa não teve dúvidas em encarecer o produto, que inicialmente custava a bagatela de 650 dólares, um absurdo para a época. Pouco tempo depois, a ATI lançou o modelo Radeon 4870 nas lojas, a preços bem mais em conta do que sua rival, o que a obrigou a reduzir os lucros logo em seguida.

Com a Radeon HD 5870, a história se repete. A placa de vídeo custa atualmente quase o mesmo preço da GTX 285, algo em torno de 379 dólares. No entanto, o modelo da Nvidia fica comendo poeira em quase todos os jogos atuais. Sua principal rival é a GTX 295, hoje custando cerca de 500 dólares na newegg, um preço que provavelmente baixará nos próximos meses.

Literalmente monstruosa

Não é apenas o poder de processamento gráfico da 5870 que é grande. Seu tamanho físico é basicamente um dos maiores componentes do gênero já feitos, medindo 29 cm de comprimento. O visual da placa é muito bonito, com uma grande ventoinha para retirar o ar quente de dentro dela. Como as placas de vídeo de alto desempenho atuais, ela também ocupa dois slots do gabinete.

Monstruosa em todos os sentidos.

A nova geração

Antes de falar das comparações contra os modelos da Nvidia já feitas em alguns sites, é interessante analisarmos as diferenças mais notáveis entre a Radeon HD 5870 e a sua antecessora, a HD 4870. Confira, na tabela abaixo, alguns dos dados que mudaram no novo modelo.

Confira as diferenças.

Traduzindo em termos mais simples, diversas características do novo componente foram basicamente dobradas, o que foi possível em parte graças ao tamanho reduzido da nova arquitetura de transistores, de 55nm para 40nm.

As unidades de textura e shaders também aumentaram para o dobro do que havia no modelo anterior, otimizando ainda mais o potencial da placa. No entanto, a taxa de transferência de memória da HD 5870 teve um aumento não tão significativo, embora no atual patamar o valor já seja de bom tamanho.

Consumo

Um dos maiores destaques na nova placa de vídeo da ATI é o baixíssimo consumo quando o potencial gráfico não é requerido. Em idle, a placa mantém espantosos 27W de potência. Se comparado aos 90W da geração passada, os ganhos em economia são substanciais.

O novo DIrectX anunciado pela Microsoft promete inovações muito interessantes, e a nova série da ATI será a primeira a apresentar compatibilidade total com o sistema. A principais melhorias refletem em maior facilidade na programação dos games para o desenvolvedor, além de um melhor uso de processadores com vários núcleos, um dos maiores defeitos do sistema atual.

Tecelagem

Essa função era possível somente nas imagens em computação gráfica, geralmente exibidas em vídeos de aberturas para jogos. Com ela, como o próprio nome deixa a entender, você pode aumentar drásticamente as divisões poligonais dos objetos, deixando-os extremamente mais detalhados.

Processamento

Uma das características que mais chama a atenção no novo DirectX é a proposta de uso do processamento da placa de vídeo para auxiliar nas tarefas comuns do processador, o que melhoraria o desempenho da máquina em diversas aplicações, não se atendo somente a jogos.

Esta é talvez a maior inovação trazida pela Radeon HD 5870. A função basicamente coloca diversos monitores para atuar em conjunto no seu sistema, de maneiras variadas. A possibilidade pode ser semelhante ao que usuários de notebooks bem conhecem, estendendo sua área de trabalho para mais telas.

A grande novidade, no entanto, é a capacidade de colocar um único jogo para rodar em diversos monitores. Que tal ter uma visão muito mais ampla em um game de corrida, ou como já está sendo testado no Hawx, o último grande sucesso em games de aeronaves?

Uma infinidade de olhos

É exatamente essa a novidade trazida pela ATI, que funciona bem para diversos estilos e gêneros. O grande problema do sistema, obviamente, é que é necessário muito desempenho para exibir uma área somada tão grande, fazendo com que a taxa de quadros por segundo fique reduzida no sistema.

A solução mais sensata seria colocar duas placas do gênero em crossfire, que é basicamente aliar o seu potencial instalando os componentes dentro de um único gabinete. O problema é que drivers especiais para a ocasião ainda estão em fase final de desenvolvimento, o que impossibilita a tentativa.

Além do modelo já à venda, que permite até três monitores atuando concomitantemente, a ATI pretende lançar no mercado a ATI Radeon HD 5870 Eyefinity, que permitirá um total de seis monitores conectados em uma única placa de vídeo.

Pesquisando em diversos sites internacionais que já realizaram testes com a HD 5870, percebemos que a placa tem um rendimento muito semelhante ao da HD 4870 X2, também da ATI. Quando os filtros como anti aliasing são adicionados, a placa em geral tem um desempenho até mesmo superior ao melhor modelo que havia antes de sua chegada.

Se levarmos em consideração o fato da HD 5870 ser um chip único, a façanha se torna ainda mais evidente, já que a 4870X2 apresenta um sistema dois-em-um. Na mesma faixa de preço que ela temos a GTX 285, que leva uma goleada do novo modelo da ATI em praticamente todas as situações. O vídeo abaixo mostra um belo duelo entre os melhores modelos atuais. Vale a pena conferir a grande diferença de consumo entre elas, ponto em que a nova HD 5870 se mostra bem mais econômica.