Desde a aparição do YouTube o mundo dos vídeos online nunca mais foi o mesmo. Antes dele, o compartilhamento de vídeos online era quase inexistente. Por isso, é importante observar a explosão de serviços de compartilhamento destas mídias foi gigantesca. Com o surgimento de vídeos em flash, a interação entre os usuários ficou cada vez maior e os sites com plataformas permitindo esta interação também foram brotando pela internet a fora.

É impossível falar de vídeos online sem mencionar o YouTube, Daily Motion e o Metacafe. Estes três foram os pioneiros na exibição de vídeos em flash e marcaram a história do compartilhamento deste tipo de mídia. Por isso, o Baixaki traz para você curiosidades e uma comparação entre os serviços próprios para compartilhar vídeos online.

Para isso, é preciso conhecer a origem de tudo. Podemos dizer que a grande explosão de serviços de vídeo em flash pela internet foi iniciada pelo YouTube, em 2005 quando os funcionários  do site de transferência de fundos  PayPal – Chad Hurley, Steve Chen e Jawed Karim - decidiram criar um site para a livre distribuição e divulgação de vídeos. A adesão do público foi tão grande que em um ano o YouTube já detinha 50% do mercado de vídeos em FLV da internet.

O sucesso deste site foi tão grande que com menos de dois anos de existência, ainda em 2006, o YouTube foi arrematado pela gigante Google pela bagatela de 1,65 bilhões de dólares em ações. O valor se justifica no fato de o YouTube ser revolucionário no sentido de trazer aos usuários leigos a simplificação de uma tarefa que antes era exclusiva para os conhecedores de interfaces e ambientes de programação.

YouTube: Sucesso desde o primeiro clique!

Com o player em flash e o upload fácil com uma boa e simples página para envio de vídeos o sucesso foi quase instantâneo. Atualmente empresas de comunicação como a MGM e a CBS dos Estados Unidos estão publicando seus conteúdos também pelo YouTube em forma de parceria.

Um serviço que, antes da compra do YouTube pela Google, a empresa do maior site de buscas do mundo costumava manter era o Google Videos. Até hoje pode-se acessar esta página que permite a pesquisa de vídeos tanto no sistema de vídeos com upload feito no banco de dados do Google, tanto os que pertencem ao YouTube e vários outros servidores.

E já que existem estes outros servidores é possível atingir vários níveis de concorrência com o YouTube, apesar de ele deter a maior parte das participações de usuários. Por isso, foi preciso destacar diferenciais que o usuário não encontra em um serviço tão abrangente como o YouTube. O Baixaki lista agora alguns dos serviços de compartilhamento de vídeos que podem fazer com que os seus vídeos alcancem vários lugares do mundo.



Se você só usava o seu Flickr para divulgar as suas fotos, saiba que este serviço vai muito além de imagens estáticas. É possível fazer o upload de vídeos e divulgá-los entre seus amigos e contatos virtuais. Entretanto, ele possui vários limites. O principal deles está vinculado ao tamanhos vídeos e a quantidade – até 90 minutos ou 150 MB e só podem ser enviados dois vídeos por mês. Logo, este é um serviço para usuários que têm ênfase maior nas fotografias do que em vídeos. A qualidade de vídeo oferecida é a padrão e a visibilidade dos vídeos na página principal do serviço é quase inexistente, ou seja, a divulgação é feita no seu perfil.

Nem só de fotos vive o Flickr!




O Daily Motion é um dos fortes concorrentes do YouTube na corrida pela preferência do usuário fã de vídeos. A página principal dele é própria para a visualização dos vídeos mais assistidos, categorias mais atualizadas e várias outras facilidades. O compartilhamento dos vídeos é baseado na incorporação destes players em páginas e distribuição de links. Contudo, apesar de ser um site que trabalha exclusivamente com vídeos, o Daily Motion permite o upload de vídeos com 20 minutos ou 150MB no máximo.

Também é importante lembrar o fato de existir uma opção de upgrade de usuário do Daily Motion, o motionmaker. Os motionmakers são usuários que possuem vídeos com a marca “CreativeContent”, ou seja, conteúdo criativo que é desenvolvido totalmente pelo usuário e não infringirá nenhum direito autoral, já que se trata de uma produção original e inédita. Para estes usuários é permitido fazer o upload de videos com mais de 20 minutos ou 150 MB e de alta definição.

Vídeos de usuários criativos são o ponto forte do site!



Um dos serviços pouco difundidos no Brasil, o Vimeo é um site que possui um player arrojado e uma das maiores capacidades de armazenamento por usuário disponível na internet. Com 500 MB semanais e um vídeo em alta definição por semana, o Vimeo é um dos principais difusores de vídeos de alta qualidade pelo mundo. Entretanto, o site destaca o fato de ser uma plataforma de compartilhamento de vídeos pessoais, sendo totalmente vetado o uso comercial do serviço.

Também existe uma conta para upgrade de usuários, o Vimeo Plus. Um usuário plus pode enviar quantos vídeos em alta definição ele desejar, sem depender de limites semanais ou diários. Com a conta Vimeo Plus, é possível enviar até 5 GB por semana e ainda fazer a personalização do player bem como incorporar estes vídeos de alta definição  e não possuir anúncios. A página principal do Vimeo é um pouco diferente dos compartilhadores de vídeo convencionais já que possui uma interface voltada às preferências predeterminadas de cada usuário, como um recebimento de feeds RSS.

Design arrojado, vídeos em alta definição e boas cotas semanais. Este é o Vimeo!



Um dos serviços mais utilizados fora do Brasil, o Hulu é o queridinho da América do Norte. Por enquanto, nós brasileiros não podemos assistir nem enviar vídeos para este site, mas podemos acessá-lo. Toda a interface da primeira página é voltada para a divulgação de vídeos de gravadoras, produtoras e até mesmo filmes e seriados de grandes estúdios. Mas o site não se resume a um mero reprodutor de conteúdos de grandes empresas midiáticas, usuários comuns, porém norte-americanos, podem publicar seus vídeos em definição comum ou alta e incorporá-los aos seus sites e blogs. O próprio Hulu imprime na sua tela brasileira uma mensagem de que infelizmente, por barreiras legais e de direitos autorais e de imagem, não será possível exibir o conteúdo do site fora dos Estados Unidos. Portanto, amigos brazucas, é preciso ter paciência e aguardar.

Ainda bloqueado fora dos EUA, o Hulu é um dos principais serviços mundiais!


Se você ainda não conhecia estes serviços, não perca tempo e dê uma conferida! Mas, se conhece mais algum serviço de compartilhamento de vídeos, não perca tempo e conte para a gente! Qual é o seu favorito?

Fique ligado para os próximos artigos e seleções do Baixaki! Até a próxima!

Cupons de desconto TecMundo: