A Rovio, criadora e desenvolvedora de Angry Birds, anunciou recentemente que vai cortar 213 postos de trabalho, depois de ver suas finanças reduzirem significativamente em 2015.

Apesar da popularidade dos jogos da série, que teve os simpáticos pássaros estampados em uma ampla gama de produtos, e de ver Angry Birds 2 atingir 30 milhões de downloads em duas semanas, a empresa enfrenta dificuldades em manter o desempenho financeiro constante.

No fechamento de 2014, o lucro antes da aplicação de impostos sofreu uma retração de 73%, ficando em 11 milhões de dólares. O que torna que essa notícia pior é que a receita da empresa aumentou 16%, mostrando que a companhia parece ter gastado mais do que deveria.

Redefinindo o foco

O fenômeno Angry Birds fez com que a Rovio ampliasse seu foco e expandisse a publicidade das aves raivosas para além dos games que as tornaram tão populares. Um parque temático da série foi criado na China, um filme está sendo feito, além de outras inúmeras ações de marketing envolvendo um dos mais bem-sucedidos títulos da plataforma mobile – incluindo livros e negócios de e-learning.

Os resultados financeiros da empresa, comparando 2013 com 2014

O que a empresa quer agora é redefinir o foco em três categorias principais: jogos, produtos para consumidores e mídia. As demissões serão feitas em toda a companhia, que deverá contar com 670 colaboradores no total.

Cupons de desconto TecMundo: