O mundo da tecnologia é um lugar interessante para ver como produtos e serviços são alçados ao estrelato rapidamente – parecendo inatingíveis –, apenas para, alguns meses depois, caírem no esquecimento. Esse último passo da trajetória ainda não faz parte da história de Angry Birds, mas a dona da franquia já disse que os passarinhos zangados tiveram uma interrupção brusca em seu voo em 2014. Na quarta-feira (18), a Rovio revelou que os lucros acerca da sua principal propriedade intelectual sofreram uma queda expressiva de 73%.

É até estranho pensar que uma série tão querida – e lucrativa – pode estar começando a apresentar sinais de cansaço ou envelhecimento precoce. Ainda mais porque, desde sua estreia em 2009, a família Angry Birds só cresce, expandindo seus horizontes para além dos jogos mobile. A franquia inundou as lojas com camisetas, brinquedos, cartões, lancheiras e praticamente qualquer produto que você puder pensar. Isso sem contar parcerias com nomes de peso como Star Wars e investidas no cinema através da linha Angry Birds Rio.

Ao que tudo parece, é exatamente o setor de merchandising e produtos relacionados que tem feito a curva de rendimentos da companhia finlandesa desacelerar. Responsável por fazer a Rovio crescer em escala monumental o modelo de negócios escolhido para complementar a experiência dos games tem caído ano a ano. Em 2012, a empresa anunciou lucro de US$ 82,7 milhões, caindo para US$ 39,3 milhões no ano seguinte e chegando a assustadores US$ 10,8 milhões em 2014. “Não foi um ano satisfatório”, resumiu o CEO Pekka Rantala.

Mesmo assim, o executivo ressaltou que quando se trata de jogos, a Rovio ainda tem um faro muito acertado para o mercado. “Desde o começo do ano lançamos dois jogos – Jolly Jam e Andry Birds Stella POP! – e já anunciamos mais dois, e todos eles têm ganhado boas notas”, explica o CEO, apostando no portfólio para 2015. Ele tem todo motivo para ficar otimista já que, apesar do rendimento geral da empresa ter caído 9% no ano passado, a renda obtida com seus títulos mobile cresceu 16%, alcançando US$ 119,3 milhões.

Assim, a Rovio tem toda capacidade de reverter esse cenário negativo em seus lucros, uma vez que apenas seu plano de expansão para o mercado asiático já tem o potencial de atrair um público gigantesco para a franquia. Além disso, o lançamento do filme de Angry Birds – programado para 2016 – tem tudo para colocar a série mais uma vez no trilho, fazendo crianças, adolescentes e adultos voltarem a consumir os produtos da eterna disputa entre pássaros e porquinhos.

Cupons de desconto TecMundo: