Em outubro deste ano, a Rovio, criadora da famosa série Angry Birds, havia anunciado que cortaria seu quadro de funcionários em 16%.

Segundo a empresa, que publicou a informação no seu blog oficial, a medida visa “simplificar a organização em torno de três negócios-chave com o maior potencial de crescimento”. Os setores são: games, mídia e produtos licenciados (como acessórios e brinquedos em geral).

Agora, dois meses depois do primeiro anúncio de cortes, a companhia acabou voltando atrás de certa forma, mantendo pelo menos 20 posições de trabalho. O plano era acabar com 130 vagas, mas os donos da empresa finlandesa devem encerrar cerca de 110 posições.

Conforme informado pela Rovio, o processo de negociação com seus funcionários está chegando ao fim, e várias vagas internas foram abertas e podem ser preenchidas por candidatos que ainda estão oficialmente empregados.

Na enxuta publicação no seu blog, a dona do Angry Birds também aproveitou para comentar que irá “descontinuar” seu estúdio em Tampere, na Finlândia.

Cupons de desconto TecMundo: