A essa altura, muitos jogadores devem estar comemorando o anúncio do Xbox Project Scorpio. Entretanto, parece que nem tudo é motivo para festas, uma vez que alguns desenvolvedores relataram no Twitter que estavam preocupados com os gastos para oferecer suporte a um novo console, algo que Phil Spencer, chefão da divisão Xbox, tentou esclarecer em uma entrevista ao site gameindustry. 

Durante o bate-papo, Spencer ressaltou que, apesar de trabalhar com três consoles diferentes (além do Scorpio, também há o Xbox One convencional e a sua versão Slim), todos eles terão foco na compatibilidade, e no fim das contas os produtores vão perceber que, na prática, tudo será como trabalhar com apenas uma plataforma. 

No fim das contas os produtores vão perceber que, na prática, tudo será como trabalhar com apenas uma plataforma

“Essa é uma grande questão. Quando estávamos falando com algumas pessoas sobre o ponto de design para o Scorpio, optamos por pessoas da comunidade do PC porque ela já está fazendo isso há algum tempo. Não há nenhum desenvolvedor hoje, exceto talvez por uma first party, que se foca em apenas uma plataforma. Alguns ainda trabalham com o PlayStation 3, Xbox 360, PlayStation 4, Xbox One e PC. Quando digo PC, provavelmente deve haver um mínimo, um recomendado e algo acima da média [referindo-se às configurações e dando uma ideia de comparação entre as três plataformas], e o que tentamos fazer nos últimos tempos é trabalhar em uma forma de unir PC e Xbox de forma que, se sou um desenvolvedor, posso fazer o game rodar em consoles e no Windows”, comentou Spencer. 

Durante o bate-papo, Spencer também comentou que o Xbox One possui uma boa base instalada de consoles, e que há dezenas de milhares de jogadores para garantir um público aos que desejam trabalhar com a plataforma (algo que, segundo ele, também justifica o motivo de ainda haver gente investindo em video games da geração passada). Outra questão levantada é que um jogo para Scorpio possivelmente seria compatível com computadores que possuem especificações mais altas, o que seria uma vantagem para quem se arriscasse na futura plataforma da Microsoft.

Via TecMundo Games.

Cupons de desconto TecMundo: