Falando durante uma conferência realizada na última terça-feira (10), Blake Jorgensen, executivo da Electronic Arts, comentou um pouco sobre a possibilidade de Sony e Microsoft lançarem novas versões do PlayStation 4 e do Xbox One futuramente. 

Para o executivo, isso não é algo que deve preocupar a empresa, uma vez que a Electronic Arts alcançou um modelo de negócio no qual o ciclo de vida de um console se tornou algo irrelevante. Além disso, revelou que não faz ideia de quando as empresas pretendem disponibilizar suas possíveis plataformas atualizadas. 

“Nosso modelo de negócio está muito mais diverso agora do que antes, então a noção de um ciclo de vida para um console se tornou algo irrelevante no que diz respeito à nossa habilidade de gerar faturamentos fortes e fluxo de caixa”, comentou Jorgensen. 

“Em termos de uma atualização no meio do ciclo de vida [do PlayStation 4 e do Xbox One], não há nada que eu possa antecipar. Então, estaremos todos interessados em ver o que a Microsoft e a Sony vão mostrar se fizerem algo na E3 ou em algum momento do próximo ano. Estamos empolgados com o crescimento continuo dos negócios e não temos medo de uma mudança de ciclo se acaso ela ocorrer”, continuou o executivo. 

Para Blake Jorgensen, não há motivos para se preocupar com novas versões do Xbox One e do PlayStation 4

Retrocompatibilidade é importante 

Apesar de ter feito a menção de que não faz ideia daquilo que está por vir, o funcionário da Electronic Arts revelou que os fabricantes de console estão pensando em manter um sistema de retrocompatibilidade nas novas plataformas, tendo em vista que essa é uma preocupação do consumidor. 

Num determinado momento da reunião, ele mencionou a retrocompatibilidade do Xbox One, bem como o fato de que a Sony permite que você tenha acesso a títulos antigos no PlayStation 4 por meio do PlayStation Now. Ao que tudo indica, a nova versão do console da família PlayStation será compatível com os jogos do modelo que pode ser encontrado atualmente e com o que virá posteriormente, e a Microsoft acredita que a sua biblioteca poderá ser transportada para o próximo video game. 

Os fabricantes de console estão pensando em manter um sistema de retrocompatibilidade nas novas plataformas, tendo em vista que essa é uma preocupação do consumidor

“Isso é algo que será uma parte importante do que um ciclo parcial [de melhoria de hardware] deve parecer se houver um. Ele remove vários riscos associados com o que temos visto na história com ciclos de console”, finalizou Jorgensen, complementando que, sobre a geração atual, espera ver mais 25 milhões de PlayStation 4 e Xbox One vendidos até o final do ano.

Rola ou não rola?

Apesar de ainda não haver nada oficial a respeito dos novos consoles, vale lembrar que a Anatel deixou vazar, em abril, que um modelo inédito do Xbox One está desenvolvimento. Quanto ao novo PlayStation 4, esse permanece envolto em mistérios, então o jeito é aguardar um pouco mais para saber o que a Sony planeja.

E você, acredita que os novos Xbox One e PlayStation 4 devem aparecer na E3 2016? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: