A fabricante de pneus Continental desenvolveu um novo sensor capaz de informar a motoristas notificações sobre o estado de pressão, quantidade de carga colocada sobre o carro e distância mínima de profundidade de piso. O dispositivo fica acoplado sob a banda de rodagem do pneu – o que garante resistência e, consequentemente, durabilidade ao sensor. Além de prover mais segurança a motoristas, a invenção informa também a hora em que a troca de pneus deve ser feita.

O dispositivo comunica-se por meio de um aplicativo para celular (todas as estatísticas são então exibidas pelo app). Um assistente de enchimento de pneus auxilia os motoristas a conseguirem sempre o melhor desempenho possível: uma vez ajustada de modo correto, a pressão faz com que a vida útil do pneu seja prolongada; economia de combustível e diminuição na emissão de gás carbônico são outras das vantagens da correta calibração.

Profundidade de piso

O destaque do acessório é o monitoramento da profundidade de piso. Conforme demonstrado pela galeria de imagens postada logo abaixo deste parágrafo, um limite mínimo até a superfície sulcada do pneu deve ser respeitada. “Não é à toa que legisladores de todo o mundo definiram uma profundidade mínima a pneus para uma condução segura. Estamos satisfeitos por possibilitarmos a leitura dessas medidas de modo eletrônico a partir de um sensor embutido nos pneus”, diz Andreas Wolf, chefe da unidade de negócios da Body & Security.

Sensores para pneus começaram a ser introduzidos em 2002 – a partir de novembro deste ano, a presença destes dispositivos em carros do tipo "M1" será obrigatória nos países da Europa. Outra das características valiosas implementadas pela invenção é a detecção do limite de carga suportado pelos veículos (recurso que evita o carregamento excessivo de bagagens e garante, assim, uma direção segura aos viajantes). Leia mais sobre o sensor desenvolvido pela Continental aqui (em inglês).