Um mistura de helicóptero, avião, dirigível, navio e caminhões de alta capacidade: essa é a fórmula do Hybrid Airship, uma criação da empresa Lockheed Martin para solucionar a entrega de materiais, suprimentos – e até mesmo pessoas – para áreas remotas e que não possuem estradas ou pistas de pouso por perto.

O Hybrid Airship é o fruto de mais de 20 anos de estudo de uma das fabricantes mais conhecidas no ramo tecnológico de aviação. Esse veículo, que lembra muito uma fusão de três dirigíveis, traz performance e segurança como principais destaques, além dos vantagens econômicas que o transporte de pessoas e materiais pode oferecer.

"O Hybrid Airship oferece a simplicidade de um caminhão ao transportar cargas e pessoas de áreas remotas diariamente, não apenas em certas ocasiões ou em largas estradas, trilhos ou aeroportos", lê-se no site da Lockheed Martin, que dá uma descrição precisa acerca do objetivo principal desse veículo.

Como funciona?

Como o formato acaba denunciando, um dos principais "combustíveis" do Hybrid Airship é o ar quente que eleva toda a estrutura. Depois que estiver levitando, turbinas e hélices ajudam a movimentar o gigantesco veículo, que é capaz de até mesmo girar em torno do próprio eixo, fazendo um 360° no lugar em que está.

Esse é um dos maiores diferenciais do Hybrid Airship, permitindo manobras em áreas acidentadas e pousos em lugares bastante remotos. De acordo com a Lockheed Martin, esse grande dirigível pode até mesmo estacionar na água, aumentando ainda mais a versatilidade e a possibilidade de atuação.

Esse gigantesco veículo alcança a velocidade máxima aproximada de 100 km/h

Em sua versão atual, o Hybrid Airship é capaz de carregar até 20 toneladas de suprimentos, máquinas e outros itens. Além disso, uma cabine leva, além de dois pilotos, mais 19 passageiros para um passeio tranquilo. Propositalmente, esse gigantesco veículo alcança a velocidade máxima aproximada de 100 km/h, permitindo a realização de manobras com precisão para diversas situações.

Disponibilidade

Não vai demorar muito para que as pessoas tenham a oportunidade de ver modelos do Hybrid Airship voando pelos céus. Nos últimos anos, a equipe da Lockheed Martin tem conseguido a aprovação do órgão regulador dos Estados Unidos para criar uma nova classe de espaçonave, legalizando o voo desse tipo de veículo em território americano.

A previsão é de que esse gigantescos veículos estejam disponíveis para voos comerciais a partir de 2018

Por enquanto, voos através do Hybrid Airship só são permitidos de forma particular e são comercializados através do programa Hybrid Enterprises, um serviço exclusivo da Lockheed Martin para os entusiastas e investidores de plantão. De acordo com a companhia, a previsão é de que esses gigantescos veículos estejam disponíveis para voos comerciais a partir de 2018.

E você, teria coragem de dar um passeio em um Hybird Airship? O que achou dessa ideia da Lockheed Martin para um novo veículo aéreo? Compartilhe com a gente a sua opinião no campo dos comentários!

Você já andou de dirigível alguma vez em sua vida? Comente no Fórum do TecMundo