A Volvo Cars acredita que a indústria automotiva global deve unir esforços na adoção de um sistema de recarga padronizado para carros elétricos. Para auxiliar nesse objetivo de ter um único sistema para o abastecimento das baterias, a fabricante sueca decidiu centrar esforços em parceria com a Charging Interface Initiative, um consórcio de empresas fundado para estabelecer o Sistema Combinado de Recarga (CCS) como padrão para os carros elétricos.

A Volvo Cars é uma das marcas líderes no desenvolvimento de carros híbridos plug-in. Cada futuro lançamento da marca terá uma versão com esse tipo de motorização, até a renovação de todos os produtos. A fabricante sueca também lançará um carro totalmente elétrico em 2019, usando a plataforma SPA. Para reforçar a popularidade crescente dos carros elétricos e garantir que os consumidores possam usufruir da tecnologia, a Volvo Cars defende uma infraestrutura global de recarga simples, padronizada e rápida.

“Estamos vendo que a transição para carros 100% elétricos já está em curso, com a evolução da tecnologia das baterias, a queda do custo e a instalação de estruturas de recarga”, explica Peter Mertens, vice-presidente de Pesquisa e Desenvolvimento da Volvo Cars. “Mas, embora estejamos prontos do ponto de vista tecnológico, ainda falta aprimorar a infraestrutura de recarga. A única forma de eliminar a ansiedade de rodar com baixa autonomia em um carro elétrico é ter um sistema global de recarga padronizado.”

Como funcionaria o Sistema Combinado de Recarga

O Sistema Combinado de Recarga permite tanto a carga regular como a rápida, tornando o uso do carro elétrico mais prático e conveniente – principalmente em centros urbanos, que são o ambiente ideal para esse tipo de transporte.

Ele combina a recarga de fase simples com a trifásica, usando corrente alternada em um máximo de 43 kW, enquanto a recarga em corrente contínua é feita a uma carga máxima de 200 kW, podendo ser ampliada no futuro para 350 kW, tudo em um único sistema. A Charging Interface Initiative está atualmente definindo os requerimentos para a evolução dos padrões de recarga e de certificação para ser adotados pelos fabricantes que aderirem ao projeto.

“Estamos muito felizes em auxiliar e estar envolvidos na definição de padrões para os sistemas de recarga dos carros elétricos. A falta de padrões é um dos maiores obstáculos para o crescimento desse tipo de mobilidade no mercado”, explica Mertens.

A Volvo Cars, que tem relevante história de pesquisa e desenvolvimento de carros elétricos nos últimos 40 anos, é uma das marcas líderes no campo de híbridos plug-in, com a tecnologia de motores Twin Engine. Atualmente, um em cada cinco Volvo XC90 vendidos é T8 Twin Engine, híbrido do tipo plug-in.

“Nossa tecnologia Twin Engine oferece baixas emissões, silêncio, conveniência e desempenho de um carro 100% elétrico combinado com a autonomia das motorizações convencionais. São todos os benefícios da eletrificação já disponíveis nos dias de hoje”, conclui Mertens.

Via assessoria