Você se lembra do continuum, o recurso para smartphones com Windows 10 que permitirá aos usuários transformarem seu aparelho mobile em pequenos computadores? Ele promete ser uma mão na roda para pessoas que precisem de uma solução mais robusta quando estiverem fora de casa.

Aparentemente, os celulares com Windows 10 não serão os únicos a aproveitar a novidade. A Canonical está trabalhando há muito tempo para trazer a mesma experiência aos Ubuntu Phones, mas o projeto nunca atingiu a meta de US$ 32 milhões (quase R$ 98 milhões) do crowdfunding e optou por uma abordagem diferente.

Parceria entre Canonical e outra outras fabricantes

A Canonical é responsável por desenvolver a Unity, uma interface gráfica – não confundir com a engine de jogos – para os desktops em ambientes GNOME e com sistema operacional Ubuntu. Hoje já é possível rodar a Unity em outros aparelhos, como TVs, smartphones e tablets. Contudo, transformar os aparelhos menores em pequenas estações de trabalho similares a desktops nunca saiu do papel.

Para mudar essa história, Mark Shuttleworth, presidente da empresa, revelou que a Canonical está trabalhando junto com uma montadora de smartphones para trazer de volta a possibilidade de transformar um aparelho mobile em um desktop PC simplificado, que pode ser conectado a uma TV com mouse e teclado.

Por ora, não há detalhes sobre como isso vai acontecer ou sobre o hardware do aparelho. Segundo Shuttleworth, não devemos esperar que a transformação se comporte igual a um computador comum. Apenas os aplicativos que suportam essa “conversão” vão se adaptar.

Além disso, o presidente pediu para que os desenvolvedores que já trabalham com GNOME, KDE e outros ambientes considerem produzir aplicativos com suporte à transformação mobile para desktop. Será que o Ubuntu Phone será tão bom quanto smartphones Windows 10 quando o assunto é serem utilizados como um computador comum?

Cupons de desconto TecMundo: