A Alemanha possui regras complexas no que toca o transporte. Motoristas de táxi necessitam apresentar, por exemplo, exames de saúde, verificações de segurança e certificados diversos emitidos pelo Estado. De acordo com Nic Mewes, criador do MyTaxi — app similar aos apps Easytaxi e 99Taxi no Brasil —, foi exatamente por isso que a Uber enfrenta problemas e está falhando em entrar na Alemanha.

"Em todos os países, você tem que estar preparado para mudar as suas regras", alertou Mewes ao dizer sobre a falha do Uber. O MyTaxi, por exemplo, hoje joga as regras desse jogo e possui mais de 45 mil motoristas cadastrados na plataforma. Cerca de 50% ainda atua na Alemanha. "O Uber não está disposto a mudar quando entra em um novo país, por isso falhou aqui", disse.

A Uber está presente em mais de 350 cidades no mundo e o país europeu é um dos únicos em que o aplicativo não consegue se estabelecer com facilidade. Por lá, a companhia ainda tem veículos cadastrados apenas em Berlim e Munique, tendo que abandonar Frankfurt, Hamburgo e Dusseldorf em 2015. O serviço de baixo custo UberX também foi proibido na Alemanha.

Já a companhia, que tem como líder na Europa o executivo Mark MacGann, comenta que a "a Alemanha pode acabar sendo a fronteira final da história de sucesso da Uber na Europa", e que eles estão "confiantes de que a Alemanha vai ser tão grande quanto o Reino Unido é agora".

Para combater a Uber, empresas de táxi locais começaram a oferecer os mesmos benefícios: aplicativos para smartphones, captação on-demand, preços estimados, pagamentos online, além de outros serviços.

Você acha que a Uber deve ser legalizada? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: