A Uber está bem empenhada em criar carros autônomos, pelo que parece. Depois de se juntar à Volvo para desenvolver XC90 para um teste-piloto em São Francisco (que foi alterado para o Arizona depois de complicações legais na Califórnia), a empresa agora buscou a Daimler, a companhia-mãe da Mercedes, para ajudar no desenvolvimento de veículos que dispensam motoristas.

“Montadoras de carros como a Daimler são cruciais para a nossa estratégia, pois a Uber não tem experiência em fazer carros. Na verdade, fazer automóveis é bem difícil. É por isso que, em vez de nós mesmos os fabricarmos, nós queremos firmar parcerias com as melhores fabricantes de veículos no mundo”, disse Travis Kalanick, o CEO da Uber.

Primeiro caminhão autônomo da Daimler

A ideia é que a Daimler construa carros que usem o seu próprio software e hardware para operar em modo autônomo, mas que operem dentro da plataforma da Uber. A empresa-mãe da Mercedes é famosa por ter construído um caminhão autônomo, algo em que a companhia de transportes tem interesse (a Uber comprou uma startup de carretas que dispensam motoristas recentemente).

Apesar de já ter tido outras experiências similares, como a instalação de máquinas no teto de Ford Fusions, a Uber só tem parcerias oficiais com a Volvo e a Daimler, mas isso pode mudar no futuro caso os cases se tornem um sucesso.

Cupons de desconto TecMundo: