A escritora americana Olga Lexell enviou ao Twitter uma denúncia referente à quebra de direitos autorais sobre uma piada que ela havia publicado e que foi copiada e republicada por diversos perfis diferentes dentro do microblog. Segunda a autora, ela ganha a vida escrevendo piadas, e usa seus tweets para testar como as pessoas reagem a algumas delas.

No entanto, ela tem a propriedade intelectual sobre o que publica, e quando as pessoas simplesmente copiam seus textos sem lhe dar o devido crédito, isso é uma infração. Em resposta à reclamação de Lexell, o Twitter removeu pelo menos cinco postagens de perfis diferentes que replicavam a piada em questão, citando que aquele tweet foi removido por conta de uma denúncia do proprietário dos direitos autorais do texto.

A remoção usou como base legal o Digital Millennium Copyright Act (DMCA) – lei americana de 1998 que regula os direitos autorais de conteúdos digitais e eletrônicos –, que normalmente é citado em casos de plágio de fotos ou vídeos na internet. Ainda segundo a denúncia da escritora, as contas em questão são spams, que republicam textos de vários tweets diariamente, sem dar créditos a nenhum dos autores.

"Vi alguém derramar seu caríssimo suco detox por toda a calçada e agora sei que deus está do meu lado" - Imagem: Twitter/runolgarun

De acordo com a política interna do Twitter, as contas que tiveram seus tweets suspensos têm dez dias para apresentar uma contra notificação, que será analisada antes que se decida se o texto voltará ao ar ou não. A piada que causou tanta comoção pode ser lida na imagem acima.

Você reclamaria se uma piada de sua autoria fosse republicada na internet sem lhe dar créditos? Exponha os seus motivos no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: