O Twitter divulgou o seu relatório de transparência referente ao segundo semestre de 2012. Junto com ele, a empresa lançou seu site dedicado a divulgar os dados coletados referentes ao assunto.

De acordo com o relatório, a rede social recebeu 3.646 pedidos para retirar conteúdo que infringia direitos autorais ao longo de 2012. Já o número de pedidos do tipo realizados por governos foi bastante menor, contabilizando apenas 48 ações de retirada de conteúdo.

Todas as categorias apresentadas nos relatórios mantiveram números semelhantes aos registrados no primeiro semestre, com exceção dos pedidos de retirada de conteúdo realizados por governos, os quais saltaram de 6 no primeiro semestre para 42 no segundo.

O Twitter também revelou os resultados desses pedidos. Desse modo, a companhia acatou 45,3% dos pedidos totais de retirada de conteúdo, deletando 10.832 tweets e afetando 13.079 usuários totais – razão que demonstra como a retirada de um único tweet pode afetar múltiplos usuários.

Segundo o Twitter, a companhia pensava há bastante tempo em divulgar os dados. Desse modo, o lançamento do site foi uma forma de “efetivamente compartilhar essa informação de maneira que ela tivesse significado e fosse acessível à comunidade”, explica a empresa na postagem no blog da companhia em que a nova página foi anunciada.

Cupons de desconto TecMundo: