O Twitter está com um novo problema: conseguir convencer uma companhia a compra-la. Ao que parece, a Disney, que teria supostamente planejado adquirir a rede social, teria desistido da ação. O motivo? A própria comunidade do serviço.

De acordo com um relatório trazido pelo jornal Bloomberg, a Disney teria desistido de investir na aquisição do Twitter após analisar o público que utiliza o serviço e notar que, atualmente, ele é simplesmente infestado por trolls de todos os tipos. Não apenas isso: a rede social possui pouquíssimos métodos para conter isso, resultando em um serviço tomado por bullying, racismo e sexismo, entre outras formas que vão contra a postura familiar da gigante.

A empresa, vale notar, não foi a única a desistir dessa compra. Junto dela, temos nomes de outras grandes empresas, como a Salesforce.com Inc. e a própria Alphabet. Vendo isso, não há como negar que a companhia está em péssimos lençóis – principalmente porque, nos últimos tempos, a rede social vem apresentando ganhos bastante decepcionantes.

Quando a cópia supera o original

Enquanto a situação do Twitter parece cada vez mais preocupante, o caso é o oposto para o Weibo. Originalmente feito para ser uma “cópia” da rede social para o público chinês, o serviço cresceu para se tornar um sucesso absoluto na região; tanto que, segundo dados trazidos pelo site The Next Web, o micro-blog finalmente ultrapassou os números da rede original.

A diferença, apesar de tudo, é realmente pequena: atualmente, o valor de mercado do Weibo é de 11,32 bilhões de dólares, enquanto o Twitter chega a apenas 11,23 bilhões (e caindo). Por mais que a rede social original ainda mantenha seu valor, fica difícil imaginar uma salvação para o micro-blog original.

Cupons de desconto TecMundo: