O KickassTorrents, também conhecido como KAT, era até ontem um dos sites de download via torrent mais populares do mundo. No entanto, em uma operação policial quase cinematográfica que exigiu um esforço imenso de inteligência, a polícia dos Estados Unidos identificou o dono, o Artem Vaulin, e conseguiu derrubar boa parte dos domínios relacionados ao serviço.

A corte dos Estados Unidos estima que a popularidade do site e a reprodução ostensiva de materiais piratas podem ter causado prejuízos de mais US$ 1 bilhão à diversas indústrias – cerca de R$ 3,2 bilhões.

Os sete domínios que davam acesso ao site com conteúdo pirata dificilmente podem ser acessados hoje, e nos próximos dias é possível que todos eles sejam eliminados de forma definitiva. Isso não significa, entretanto, que o KAT tenha morrido, já que o site de torrents isoHunt criou uma cópia do KickassTorrents que pode ser acessada por meio do domínio temporário kickasstorrents.website.

Nesse site, um manifesto fala a respeito do fundador do KAT, sobre sua prisão e encoraja os visitantes a assinar uma petição no change.org e na Casa Branca pedindo a libertação do Artem Vaulin e a suspensão das acusações. Como você deve imaginar, é bastante improvável que essas petições tragam algum alívio para a complicada situação de Vaulin.

A cópia feita pela isoHunt possui os arquivos do último ano e meio do KAT, o que deve permitir que algumas pessoas recuperem arquivos importantes. De qualquer forma, o backup é apenas uma solução de curto prazo, já que não é possível enviar conteúdo, os fóruns do KickassTorrents foram perdidos e o futuro da página continua incerto.

Cupons de desconto TecMundo: