Embora a Samsung há certo tempo já fale abertamente sobre seus planos de diversificar seu portfólio de produtos com a introdução de aparelhos com o Tizen OS, tudo indica que isso ainda vai demorar a acontecer. Originalmente programado para ser lançado na última quinta-feira (7), o smartphone Samsung Z baseado no sistema foi adiado para um “ponto indeterminado no futuro”.

Apesar da decisão, a companhia afirmou que vai “continuar a trabalhar ativamente com os membros da Tizen Association para continuar a desenvolver o Tizen OS e seu ecossistema”. Essa marca a segunda vez que a Samsung toma uma decisão do tipo: no ano passado, a companhia desistiu de lançar aparelhos com a plataforma no Japão devido a “más condições do mercado”.

Embora desde então a empresa tenha mudado sua estratégia e passado a focar em países em desenvolvimento, as datas estipuladas por ela continuam a ser modificadas. Inicialmente programado para ser lançado em junho, o Samsung Z foi adiado para o terceiro trimestre de 2014 antes de chegar a seu estado “indeterminado”.

A situação se torna mais peculiar quando levamos em consideração que a Samsung já dispõe de vários smartphones com o sistema. Com isso, é difícil não ficar com a impressão de que a companhia não acredita no potencial do Tizen OS de oferecer as experiências de uso oferecidas pelo público. A não ser que alguma mudança drástica ocorra, são cada vez mais fortes as chances de que a corporação desista totalmente de seu projeto ou o reformule de forma a torná-lo irreconhecível em comparação ao produto apresentado até agora.

Cupons de desconto TecMundo: