Apesar da queda de 20,5% em relação aos valores de 2014, o lucro líquido da TIM no ano atual foi de R$ 290,8 milhões, superando as previsões dos analistas de mercado, que cravavam o valor em R$ 275 milhões. Isso se deve principalmente à venda de mais de 4 mil torres para a operadora American Tower, que atingiram o valor de R$ 1,9 bilhão e levaram o lucro total da empresa italiana de telefonia a mais de R$ 926 milhões.

A Reuters informou que, devido ao recuo de 5% nas receitas de serviços e 28% da receita de produtos, a receita líquida de abril caiu 8,8%. O resultado financeiro da operadora no Brasil apresentou redução de 47,4%, negativo em R$ 38,22 milhões no período. O lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização caiu 4,4%, para R$ 1,2 bilhão.

Mercado em recesso

No relatório de resultados, a TIM citou uma redução na venda de aparelhos conforme se aproxima um cenário em que a penetração de smartphones deve se estabilizar em todos os países dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

O Conselho de Administração da TIM elegeu como vice-presidente de operações, em reunião realizada nesta terça-feira, o executivo italiano Pietro Labriola. A mudança do executivo para o Brasil faz parte de uma estratégia para reforçar a operação brasileira e ajudar a recuperar os índices de vendas, já que os consumidores se comportam de maneira mais austera durante a crise política e econômica pela qual a nação atravessa.

Como uma possível crise econômica pode afetar a produção e o consumo de smartphones no Brasil? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: