Em uma reunião com a presidente Dilma Rousseff realizada nesta quarta-feira (23), Marco Patuano, presidente da Telecom Italia, a maior acionista da TIM, anunciou que a operadora vai fazer um investimento de R$ 4 bilhões para melhorar seu serviço de telefonia móvel no Brasil. 

“Nosso constante relacionamento com o governo reforça a importância da operação brasileira na estratégia de negócios da Telecom Italia. Seguiremos investindo fortemente no país para colaborar com o avanço dos serviços de telecomunicações, fundamentais para o desenvolvimento econômico”, explicou Patuano. 

De acordo com a Agência Brasil, o executivo também mencionou que o montante que a TIM vai investir em território nacional não inclui o que será destinado ao leilão 4G.

Marco Patuano, presidente da Telecom Italia

Fusão com a GVT 

Questionado sobre uma possível fusão da TIM com a GVT, Patuano comentou que isso está no campo da especulação, além de mencionar que esse não é o foco da empresa no momento. 

“Tem muita especulação sobre a possibilidade de um negócio entre TIM e GVT. Acho difícil evitar as especulações. Somos uma companhia bem sucedida no [ramo de telefonia] móvel, eles são uma companhia de ótimo nível de qualidade no fixo. Então, o feito que tem sinergia é um feito óbvio. Estamos trabalhando sobre o nosso plano de telefonia móvel, tem muito trabalho a fazer e estamos concentrados nisso. Não descartamos nada, porém não é um tema que estejamos enfocando neste momento”, explicou o presidente. 

Durante o bate-papo com a presidente do Brasil, Patuano também afirmou que a empresa não será vendida, além de tentar fugir de comentários referentes à compra da divisão brasileira da TIM pela Telefônica.

Cupons de desconto TecMundo: