Na última terça-feira (26), a TIM afirmou que estuda recomeçar a cobrar pelo acesso limitado à internet que oferece após ultrapassar o limite de franquia contratado. Segundo a companhia, uma decisão sobre o assunto ainda não foi tomada, mas a mudança pode começar a valer já a partir de setembro deste ano.

Atualmente, os consumidores têm algumas opções ao final de suas franquias: ampliá-la com a contratação de um novo plano, recontratar a oferta atual, optar por um pacote de dados mensal ou continuar navegando com velocidade reduzida. É justamente o último desses pontos que a TIM pretende modificar, fazendo com que os consumidores paguem pela experiência reduzida.

Segundo o CEO da companhia, Stefano de Angelis, a ideia é eliminar a opção de navegar pela internet de forma gratuita. Quem decidir por não contratar um plano adicional teria que pagar uma taxa diária de R$ 0,29 para continuar usando a transferência de dados — a companhia não pretende fazer alterações nos demais pacotes pós-franquia que oferece atualmente.

O posicionamento da TIM

O TecMundo entrou em contato com a TIM que esclareceu que as declarações de seu presidente não têm caráter inédito. A empresa lembra que deixou de cobrar pelo acesso à internet após o fim da franquia contratada em junho deste ano em caráter experimental, cuja validade está planejada para terminar no dia 31 de agosto deste ano.

Durante esse período, a companhia vai estudar o comportamento dos consumidores e poderá prorrogar o prazo de gratuidade oferecido. Dessa forma, é preciso levar em consideração que nenhuma decisão sobre o assunto foi definida até o momento e que a cobrança citada pelo CEO ainda pode sofrer modificações caso a operadora decida implementá-la.

Cupons de desconto TecMundo: