A página oficial do Gabinete do Primeiro-Ministro do Japão no Facebook registrou o encontro dele, Shinzo Abe, com Tim Cook na última sexta-feira (14). O chefão da Maçã esteve em terras nipônicas para acertar os últimos detalhes da conclusão da instalação de desenvolvimento e pesquisa da Apple que vem sendo construída na cidade de Yokohama. Além disso, o CEO fez questão de reforçar a importância da Terra do Sol Nascente para a empresa, que vem criando novos centros de R&D pelo mundo todo.

Segundo o principal porta-voz de Abe, o Secretário Geral do Gabinete Yoshihide Suga, Tim Cook afirmou que o centro de desenvolvimento e pesquisa da empresa americana ficaria pronto no mês de dezembro desse ano, contrariando as previsões que indicavam o término da construção apenas em março de 2017.

O local que está sendo preparado para funcionar como instalação de R&D da Apple é uma antiga fábrica da Panasonic em Yokohama, na área metropolitana de Tóquio. Isso indica que Cook tem planos que vão além de apenas aumentar o número de consumidores no Japão, já que está levando um centro de pesquisa e desenvolvimento para lá.

Mais parcerias

Tim Cook visitou alguns parceiros japoneses da Apple, além da Nintendo, onde conversou com o presidente Tatsumi Kimishima e Shigeru Miyamoto

O primeiro ministro japonês espera que a empresa se envolva cada vez mais com o Japão e que crie diversas parcerias com empresas locais, especialmente no processo de desenvolvimento de produtos. Tim Cook disse que diversos fabricantes japoneses de vários tamanhos têm sido observados pela Apple como potenciar fornecedores de peças para futuros dispositivos da marca.

Além do primeiro ministro, Tim Cook visitou alguns parceiros japoneses da Apple, além da Nintendo, onde conversou com o presidente Tatsumi Kimishima e Shigeru Miyamoto, criador da franquia Super Mario. Nesse encontro, o CEO da Maçã pode ser visto experimentando o game Super Mario Run, revelado mês passado para dispositivos com sistema operacional iOS. Antes do Japão, Cook visitou diversos países da Ásia em uma “turnê” longa, inclusive a cidade de Shenzhen, na China, onde também pretende criar um centro de R&D futuramente.

Cupons de desconto TecMundo: