A televisão a que você estava acostumado a assistir há alguns anos não vai mais existir no Brasil em 2016. Em um comunicado oficial, o Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, decretou o fim da transmissão analógica no país para daqui a cinco anos, mesma data em que o Rio de Janeiro sediará as Olimpíadas.

Segundo o site do Ministério, será necessário um avanço mais veloz na implantação e popularização do sinal digital no Brasil, já que a disponibilização ainda está abaixo do esperado. Quando 100% da população tiver o acesso garantido e os televisores estiverem adequados, aí sim poderá ser feito o que Bernardo chamou de “apagão analógico”.

Até setembro, 19 emissoras haviam passado pelo processo de consignação, que garante o direito de ter uma concessão no novo sistema. Agora é a vez de avaliar as 6 mil retransmissoras existentes no Brasil, como os canais locais e as filiais.

Mas não basta só aumentar o sinal de transmissão: o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) já sinalizou que pode realizar negociações com privilégios a emissoras que desejam comprar novos equipamentos para melhorar o sistema de televisão digital, que pode incluir um alto nível de interatividade com o espectador.

Cupons de desconto TecMundo: