O Brasil perdeu cerca de 4,14 milhões de linhas telefônicas no mês de setembro deste ano. Segundo informações da Anatel, o número de linhas era de 280,02 milhões no final de agosto e agora chega a 275,89 milhões.

Não é a primeira vez que houve uma queda na quantidade de linhas ativas: desde maio não há crescimento na base, embora este tenha sido o mês com a redução mais significativa. Mas embora esse número pareça assustador, ele não significa muita coisa para nosso mercado.

Linhas desativadas

A grande redução de linhas foi exclusivamente do mercado pré-pago (de 208,2 milhões para 203,56 milhões), o que leva a crer que se tratam de chips que simplesmente foram abandonados por seus usuários, principalmente aqueles que possuem smartphones que suportam mais de um SIM card.

Já na base de linhas pós-pagas, houve um aumento: de 72 milhões para 72,3 milhões. Vale lembrar que a população brasileira é estimada em 205 milhões de habitantes, o que demonstra claramente que há muito mais chips ativos do que pessoas.

Operadoras e conexões

A tecnologia 4G também teve um aumento de usuários: de 16,54 milhões para 18,24 milhões, o que representa 6,6% do total. Já a 3G perdeu território, reduzindo sua base de 162,3 milhões para 160,6 milhões. A 2G caiu de 83,8 milhões para 80 milhões.

O mercado está assim dividido entre as operadoras: Vivo na liderança, com 28,78%, seguido pela TIM (26,31%), Claro (25,5%) e Oi (17,93%).  E você? Qual sua operadora? Qual a tecnologia que você usa de internet? Está satisfeito? Conte para nós.

Como é a conexão de internet de sua operadora móvel? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: