O Brasil encerrou fevereiro de 2015 com 19,715 milhões de acessos de TV por assinatura, 1,41 milhão a mais que em fevereiro de 2014. O dado está presente em balanço divulgado nesta segunda-feira, 30, pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A base de 19,715 milhões de acessos significa que 29,85% dos domicílios brasileiros possuíam o serviço ao final do segundo mês do ano. Ou seja, a TV paga estava disponível para um público de 60,92 milhões de pessoas. Nesses cálculos, a Anatel utiliza informações da Síntese de Indicadores Sociais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Como a média de pessoas por domicílio é de 3,09, a Anatel calculou, então, que cerca de 60,92 milhões de pessoas tinham o serviço à sua disposição em fevereiro de 2015.

O Estado com a maior base era São Paulo, com 7,506 milhões de acessos da TV paga. Ou seja, a TV por assinatura estava presente, ao final do mês passado, em 51,18% dos domicílios paulistas. O Distrito Federal, com 516,5 mil acessos, tinha a mais elevada densidade ao final de fevereiro, com a TV paga presente em 55,58% dos domicílios brasilienses. A mais baixa densidade foi apurada no Piauí, onde a base de 77,5 mil acessos representou presença da TV por assinatura para 8,29% da população.

Na divisão de mercado, a liderança ficou com o grupo Telmex (Claro/Embratel/NET), com 10,233 milhões de acessos (51,90% do total). Em segundo lugar ficou a Sky/DirecTV, com 5,682 milhões de acessos (28,82%). A terceira posição foi ocupada pela Oi, com 1,254 milhão de acessos (6,36%). A Anatel ressalta que os relatórios publicados refletem os dados disponíveis em 27 de março de 2015 e podem sofrer alterações.

Por Ayr Aliski - Brasília

Via EmResumo

Cupons de desconto TecMundo: