Através de uma portaria publicada na última quinta-feira (8) no Diário Oficial da União, o Ministério das Comunicações autorizou a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos a passar a explorar serviços de telefonia móvel virtual. Com isso, a estatal pode entrar no mercado de operadoras virtuais (MVNO), que não contam com estruturas próprias, utilizando a rede de outras companhias para oferecer produtos.

Assinada pelo ministro Paulo Bernardo, a Portaria nº 416 libera os Correios para buscar parceiros dispostos a alugar suas estruturas. Segundo Antonio Luiz Fuschino, vice-presidente de Tecnologia e Infraestrutura da companhia, em entrevista ao G1, o plano é faturar aproximadamente US$ 1,5 bilhão anuais a partir do quinto ano de operação do novo serviço.

A estatal pretende usar sua estrutura composta por aproximadamente 12 mil agências instaladas em todo o Brasil para promover o novo negócio. Os Correios possuem um acordo com a holding do Grupo Poste Italiane, serviço de Correios da Itália, através do qual será criada uma joint venture que levará adiante a nova iniciativa.

A operação tem investimento previsto em US$ 150 milhões, valor que será distribuído em um período de cinco anos. A expectativa é a de que o serviço de telefonia móvel com apoio dos Correios passe a funcionar até o final de 2014 — no entanto, uma data específica não foi divulgada pela companhia.

Cupons de desconto TecMundo: