Depois de uma reunião, a Câmara de Comércio Exterior do Brasil (Camex) ainda não definiu quais serão as regras necessárias para a homologação de celulares e smartphones de baixa qualidade. As medidas farão parte de uma nova política de importação proposta pelo governo federal, que deve forçar esse tipo de aparelho a seguir pelo menos os mesmos critérios de produção usados nos produtos nacionais.

Em entrevista para a Agência Brasil, o secretário-executivo da Camex, Emilio Garófalo Filho, disse que ainda não houve consenso sobre a melhor maneira de implementar essa regulamentação. Por isso, a falta de parâmetros técnicos acabou adiando a decisão para a próxima reunião do grupo, que deve acontecer no dia 29 de fevereiro.

Dessa forma, o governo brasileiro pretende fazer com que a entrada dos aparelhos conhecidos popularmente como “xing-ling” seja previamente certificada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Atualmente, essa avaliação técnica é feita apenas depois de os celulares entrarem no Brasil.

Cupons de desconto TecMundo: