A OpenSignal publicou um novo estudo sobre o estado das redes de internet móvel no Brasil. O cenário está longe de ser animador, e o país fica entre os últimos da América do Sul no quesito “disponibilidade de rede”, que considera o tempo em que os assinantes de redes 4G ficam conectados de fato a redes de quarta geração. No geral, apenas a Vivo mostrou melhorias significativas, mas também tem seus pontos fracos.

Entre os sete quesitos analisados pela OpenSignal nesse estudo, a Vivo ficou em primeiro lugar em quatro e empatou com suas concorrentes em duas oportunidades no topo. Em seguida, a TIM ficou com três primeiros lugares, mas dividiu todos eles com as concorrentes. A única a ganhar um primeiro lugar isolado além da Vivo foi a Nextel, que tem cobertura limitada no país.

Disponibilidade

O primeiro e mais importante quesito de análise foi o já mencionado “disponibilidade de rede”. A OpenSignal não considera nesse ponto o tamanho da área coberta pelo 4G das operadoras, mas sim a quantidade de tempo que os clientes dessa tecnologia ficam conectados ao LTE. Ou seja, mede em quanto do tempo total de uso as pessoas conseguem de fato aproveitar as velocidades mais altas.

Nesse ponto, a Vivo ficou na frente, com 56,8% do tempo de conexão fixada no 4G. A TIM veio logo em seguida, com 56,2%, chegando a um empate técnico declarado pela OpenSignal.

Essa medição é feita pela consultoria através de apps instalados nos smartphones dos clientes das cinco maiores operadoras do país. A Nextel não entrou nessa comparação por oferecer 4G apenas no Rio e em São Paulo.

Na cidade das Olímpiadas, entretanto, essa situação é bem diferente da média nacional, onde Vivo e Nextel oferecem perto de 80% do tempo em 4G.

Velocidade

O ponto que mais impacta no usuário, entretanto, é a velocidade de download. Segundo a OpenSignal, a Vivo é a única que melhorou significativamente essa métrica, quando as concorrentes mantiveram ou perderam velocidade desde a Copa do Mundo de 2014. Não apenas isso, a Vivo tem mais que o dobro da velocidade média da TIM no 4G e cerca de 50% a mais que Oi e Claro.

Latência: quanto menor o tempo, melhor. Aqui, a Vivo é a mais lenta para começar a enviar dados para os clientes depois que eles os solicitam.


A OpenSignal levantou esses dados a partir de 85 milhões de testes feitos com 45 mil usuários espalhados pelo Brasil. Todos os testes foram realizados entre fevereiro e abril deste ano.

Cupons de desconto TecMundo: