(Fonte da imagem: Reprodução/Pocketnow)

Um dos pontos que sempre é levantado quando pesquisamos um novo smartphone para comprar, além de sistema operacional e especificações técnicas, é a sua durabilidade. Telas que se quebram ou ficam riscadas com facilidade não trazem benefício algum ao usuário.

Pensando nisso, foram desenvolvidas tecnologias impressionantes que prometem displays praticamente inquebráveis. Os dois mais fortes, Gorilla Glass e de cristal de safira, devem se enfrentar para mostrar qual será a escolha do futuro.

O uso do cristal de safira

Apesar de todos já saberem como funciona a tecnologia de telas Gorilla Glass (se você não sabe, clique aqui), os displays de safira ainda não são muito conhecidos. No momento, o cristal de safira é utilizado na superfície da lente da câmera traseira do iPhone 5 e da quinta geração do iPod Touch.

O cristal de safira é o segundo material transparente mais resistente do mundo, ficando atrás apenas do diamante. Por causa disso, ele é praticamente impossível de ser riscado, o que deve fazer a alegria de várias pessoas que já foram vítimas de uma tela com um belo risco feito por chaves ou moedas.

Preço e durabilidade no dia a dia

Tudo bem, o cristal de safira é realmente resistente, mas, como ele se sai no dia a dia? O primeiro obstáculo da tecnologia é o seu preço.

Enquanto displays Gorilla Glass, utilizados na maioria dos smartphones de ponta do mercado, custam, aproximadamente, 3 dólares para serem fabricados, o cristal de safira custa, hoje em dia, perto de 30 dólares para ser convertido em uma tela.

No futuro, esse valor pode cair, mas o preço elevado para a fabricação de displays de safira pode encarecer o valor de smartphones, o que não é muito interessante para os usuários. E será que ele é realmente mais resistente que telas Gorilla Glass?

Em testes feitos com telas dos dois modelos, foi possível notar que a grande diferença entre telas de safira para Gorilla Glass é que a chance de um display do primeiro ser riscado é bem menor. Em contraparte, o cristal é mais frágil quando sofre grandes pressões. Isso significa que se você derrubar uma tela Gorilla Glass, ela não sofre com possíveis rachaduras como a safira.

Apesar de ser um vídeo feito pela Corning, empresa por trás da tecnologia Gorilla Glass, a diferença entre a durabilidade das telas impressiona.

Em resumo, displays de cristal de safira são mais resistentes a riscos, mas podem se quebrar com facilidade e são, no momento, mais caros para serem produzidos. Telas com Gorilla Glass são mais propensas a serem riscadas, mas não vão quebrar com qualquer queda. Além disso, são mais baratas.

No momento, displays com Gorilla Glass parecem estar na frente, mas isso pode mudar com o refinamento da tecnologia nos próximos anos. 

Cupons de desconto TecMundo: