Apesar de muitas fabricantes demonstrarem claro interesse em seguir a tendência tecnológica e adotar futuramente em seus dispositivos mobile telas curvas ou dobráveis, a Samsung parece estar realmente dedicada a se tornar referência na implementação do recurso. Para entender o nível de comprometimento dos sul-coreanos, basta ver que, apenas alguns dias depois de eles registrarem um novo projeto com o tema, a companhia registrou duas novas patentes relacionadas a smartphones com displays flexíveis.

Os registros feitos juntos ao USPTO, nos Estados Unidos, se baseiam em um novo conceito de “músculo artificial”, que é uma espécie de malha eletrônica ligada a um controlador interno. A primeira patente, por exemplo, utiliza esses elementos – conectados a uma tela e um processador de imagens igualmente maleáveis – para fazer com que o item assuma outros formatos, dependendo da voltagem aplicada nos componentes. A estrutura de pequenas chapas ou escamas interligadas garantem que a “deformação” se mantenha estável.

A segunda ideia, por sua vez, diz respeito a um painel dividido em uma porção superior e uma parte inferior, que permitem que o próprio usuário dobre o dispositivo no ângulo que achar mais agradável – e que pode ser usado para interagir diretamente com aplicativo e widgets, alternando entre suas funções. Algumas das figuras do projeto sugerem que as dobras podem ser multiplicadas, apresentando até quatro seções distintas no aparelho.

O campo de possibilidades para essas tecnologias é amplo, indo dos aguardados celulares que podem tomar a forma de um bracelete – como já visto em tantos produtos-conceito – a tablets que, devidamente dobrados, assumem o papel de um pequeno smartphone. Por enquanto, só é possível especular sobre o assunto, já que, assim como acontece em tantas outras grandes empresas, nem sempre todas as patentes da Samsung acabam vendo a luz do dia. Seja como for, o futuro dos displays flexíveis parece ser bem interessante, não é?

Cupons de desconto TecMundo: