A Samsung registrou mais uma patente para smartphones e tablets dobráveis, tanto na parte da tela quanto no restante do corpo. Dessa vez, entretanto, a empresa trouxe muito mais detalhes sobre como utilizaria o novo recurso em vindouros aparelhos. Contudo, a função de dobrar serviria basicamente para fechar o dispositivo, como se fazia antigamente com os celulares com flip.

As bordas curvadas que vemos hoje nos aparelhos com terminação “Edge” da Samsung seriam movidas das laterais para as exterminardes superior e inferior. Quando o dispositivo estivesse fechado, elas serviriam para mostrar informações extras para que o usuário não precise abrir o dispositivo para ver notificações, por exemplo.

Essas bordas ainda teriam a sensibilidade ao toque desativada quando o dispositivo fosse completamente aberto para evitar interações acidentais. Entre outras várias funções detalhadas, há ainda uma que deve ser bem interessante: quando o usuário abrir um pouco o smartphone ou tablet dobrável, a tela se acenderia e mostraria seu conteúdo imediatamente, algo a fim de ajudar na privacidade e praticidade do uso do dispositivo.

Espera-se que os primeiros smartphones dobráveis da Samsung cheguem ao mercado em algum momento de 2018, e a nomenclatura deve ser “Galaxy X”. Rumores também dão conta de que a Apple estaria trabalhando em algo similar para colocar no mercado no mesmo ano.

Nessa patente, a coreana descreve a tecnologia de tela como “Floating Display”, algo como “tela flutuante” em tradução livre. Infelizmente, como se trata de uma patente, não há como saber se ou quando a coreana realmente vai começar a utilizar essas novidades. Você acha que compraria um aparelho desse tipo se a marca o lançasse?

Cupons de desconto TecMundo: